Sobre Aperol e Aeronaves – Paper Plane – Drink do Cão

Vou contar uma coisa pra vocês. Se vocês acharem muito esquisito, ou ficarem revoltados, paciência. Podem fechar o navegador, deixar de seguir o Cão no Instagram e me bloquear no Facebook. Pensei por muito tempo se deveria ou não contar isso, porque, afinal, em um mundo tão polarizado e ao mesmo tempo cheio de verdades absolutas, é sempre difícil assumir que se tem uma opinão diferente do que parece ser um consenso quase geral. Demanda um certo sangue frio e maturidade para enfrentar as consequências. Mas vou falar. Não gosto de Nutella.

Mentira, Não é que eu não gosto de Nutella. Eu não gosto de frango, o que é bem diferente. Mas eu eu simplesmente não ligo pra Nutella. Nunca entendi o fervor online causado por essa pasta. E isso me incomoda um pouco, porque me sinto excluído desse Zeitgeist gastronômico. Especialmente quando não compartilho do entusiasmo causado por coisas relacionadas que levam os outros à loucura. Como, por exemplo, um enroladinho de nutella e bacon, que encontrei num site de receitas online recentemente. A Nutella encabeça uma longa lista de coisas que não me incomodam, mas também não me emocionam – outras são camarão, pizza, The Beatles (é, eu sei, eles foram revolucionários, okey) e O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, que até é legal, mas vamos colocar a mão na consciência, né?

Tenho esse mesmo sentimento de pacífica indiferença com um coquetel bastante popular nos dias de hoje. O Aperol Spritz. O Aperol Spritz é uma mistura entre prosecco, Aperol e club soda. Passei um bom tempo refletindo a razão de não ligar para aquele coquetel, afinal, era uma combinação difícil de desagradar. E aí concluí que, provavelmente, era porque não levava o único ingrediente essencial capaz de tornar tudo excelente. Bourbon whiskey.

Nutella dos coquetéis

Então pesquisei drinks que tivessem mais ou menos os mesmos ingredientes, mas que levassem aquele photoshop da coquetelaria. E esbarrei em uma jovem e excelente criação. O Paper Plane – uma espécie de “aperol-whiskey”, se “aperol-whiskey” existisse.

O Paper Plane foi criado em 2007 pelo bartender Sam Ross, para um restaurante chamado  The Violet Hour, localizado em Chicago. Segundo Ross, o Paper Plane é seu segundo coquetel mais famoso depois do Penicillin – um drink que emociona este Cão tanto quanto Nutella emociona quase todo mundo. Ainda de acordo com seu criador, o drink foi assim batizado em homenagem à música “Paper Planes”, da rapper britânica M.I.A., que ele teria escutado enquanto desenvolvia a receita. Porque, afinal, ninguém tem bom gosto em tudo.

Além de Aperol, o coquetel leva Amaro Nonino, sumo de limão siciliano e, claro, bourbon whiskey. O coquetel tem um perfil relativamente equilibrado entre o cítrico (do limão siciliano) e o adocicado (do Aperol). Então, para não interferir muito na balança, preferi utilizar o Jack Daniel’s Single Barrel, um bourbon que não tende nem para o apimentado (como o Bulleit) nem para o doce (como o Maker’s Mark). No entanto, sintam-se à vontade para usar o whiskey de sua preferência.

Sem mais prolações, meus caros leitores. Desfaçam seus aviõezinhos de papel e tomem nota deste incrível coquetel – na opinão deste Cão, bem melhor do que uma colherada de nutella, e seguramente superior a um Aperol Spritz. O incrível Paper Plane.

PAPER PLANE

INGREDIENTES

  • 3/4 dose de Aperol
  • 3/4 dose de Bourbon ou Kentucky Whiskey
  • 3/4 suco de limão siciliano
  • 3/4 dose Amaro Nonino (você pode tentar substituir por Benedictine, mas este Cão não arriscaria outra coisa).
  • gelo
  • Coqueteleira
  • Taça Coupé ou de Martini

PREPARO

  1. Adicione os ingredientes em uma coqueteleira com bastante gelo.
  2. Bata vigorosamente e desça em uma taça coupé ou de martini gelada.

 

 

 

 

 

4 thoughts on “Sobre Aperol e Aeronaves – Paper Plane – Drink do Cão

  1. Como vai, mestre?
    Tenho o mesmo problema por aqui. Tem coisas que enlouquecem a maioria, mas eu simplesmente não ligo.
    Impressionante como acrescentar whisky melhora boa parte das coisas, não? A sociedade está realmente 2 doses atrasada haha.

    Grande abraço!

  2. Como vai, mestre?
    Tenho o mesmo problema por aqui. Tem coisas que enlouquecem a maioria, mas eu simplesmente não ligo.
    Impressionante como acrescentar whisky melhora boa parte das coisas, não? A sociedade está realmente 2 doses atrasada haha.

    Grande abraço!

  3. Como vai, mestre?
    Tenho o mesmo problema por aqui. Tem coisas que enlouquecem a maioria, mas eu simplesmente não ligo.
    Impressionante como acrescentar whisky melhora boa parte das coisas, não? A sociedade está realmente 2 doses atrasada haha.

    Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *