Drops – Jack Daniel’s Unaged Rye

Não é segredo para ninguém que eu gosto muito de automóveis. Passo boa parte do meu tempo livre – quando não estou bebendo, lendo sobre whiskies ou escrevendo este blog – pesquisando sobre carros. Sou especialmente fanático por sedans esportivos. O que não significa, de forma alguma, que não me encante com algumas invenções bem esquisitas.

Uma das minhas preferidas é o Ariel Atom. O Atom é a destilação daquilo que todo apaixonado por esportivos procura. O carro não tem rádio, nem ar-condicionado, tampouco pára-brisas. Teto, nem pensar. E pra falar a verdade, ele não tem portas também. E quase nenhuma lataria. Ele possui apenas o essencial para os puristas (quem disse que portas são essenciais?) – um motor violento, suspensão horizontal e a capacidade de acelerar a ponto das entranhas do piloto grudarem em sua espinha dorsal.

E ele faz isso com a sua cara também.

Talvez o paralelo perfeito para o Atom no mundo do Whisky seja o Jack Daniel’s Tennessee Unaged Rye. Ele é o primeiro whiskey com predominância centeio produzido pela Jack Daniel’s desde a época da Prohibition.   A Prohibition foi a época em que vigorava a lei seca nos Estados Unidos, de 1920 a 1933, em que grandes mafiosos, como Al Capone, fizeram dinheiro importando bebidas para o país. Foi essa a época que surgiu a cultura “speakeasy”.

Quer dizer, nem de whiskey ele pode ser chamado. O Jack Daniel’s Unaged Rye não é envelhecido em nenhum barril. Por isso é incolor e não tem o sabor característico de baunilha e caramelo dos outros whiskeys da marca. Foi uma edição limitada lançada em 2012. A ideia era que os fãs da marca pudessem experimentar o destilado puro, antes que fosse maturado.  Alguns anos mais tarde, a Jack Daniel’s lançou a versão envelhecida, que até hoje é produzida.

Aliás, aí vai uma curiosidade. O destilado sem maturação nos Estados Unidos é chamado de White Dog (Cão Branco). Talvez os americanos também achem que o whiskey é o melhor amigo do homem em estado líquido, não?

Se você é apaixonado pela Jack Daniel’s ou se – assim como esse Cão – é um whisky geek, experimentar o Jack Daniel’s Tennessee Rye será interessantíssimo. Pode até ser que você não vá gostar. Mas também, quem negaria andar em Ariel Atom pelo menos uma vez na vida?

JACK DANIEL’S TENNESSEE UNAGED RYE

 Tipo – Rye White Dog (destilado sem maturação)

ABV – 40%

Região: N/A

País: Estados Unidos

Notas de prova

Aroma: adocicado, com aroma de grãos e um pouco de acetona.

Sabor: doce e picante. Final curto, progressivamente seco e picante. Não há qualquer traço de baunilha ou mel.

5 thoughts on “Drops – Jack Daniel’s Unaged Rye

  1. Como vai, Doutor?
    Já havia lido sobre o termo “white dog”, mas sua explicação foi mais fácil de entender.
    Sou um whisky geek, então eu deveria provar o Unaged Rye.

    Grande abraço!

    1. Sérgio, de uma olhada no Mercado Livre. Se viajar para fora do Brasil, procure na TotalWine&More, e via Amazon.com. É uma edição limitada que não veio para nosso país oficialmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *