Drops – Laphroaig 10 Cask Strength

Uma vez falei aqui do Ariel Atom, um automóvel que quase não poderia ser considerado um automóvel. Não há rádio, nem pára-brisas, tampouco ar-condicionado. Não tem teto também, nem portas. Bagageiro, nem pensar. O Ariel Atom é tipo aquela casa muito engraçada da musica infantil, que não tinha nada. E assim como a casa, não tem pinico para fazer xixi. Mas deveria ter, porque dá um medo desgraçado. O Atom possui um volante, um motor violento e o poder de arrancar a pele da sua cara ao acelerar, ao estilo motoqueiro fantasma.

O Atom acelera de 0-100 em menos de três segundos. É muito rápido. Mas como para alguns loucos isso não parece o suficiente, a empresa resolveu que lançaria um carro ainda mais forte. O Atom 500, com um motor V8 com 507 cavalos, capaz de sublimar o carro até cem quilômetros por hora em 2,3 segundos. Além de aumentar a potência, a Ariel o deixou ainda mais leve – para compensar o bloco mais pesado – e adicionou uma asa, para aumentar o downforce. O carro ficou a cara de um brinquedo de criança. Um brinquedo muito rápido e absolutamente insano.

No mundo do whisky, talvez o paralelo perfeito para o Ariel Atom seja o Laphroaig 10 anos Cask Strength. Ele é a versão turbinada de um whisky que já não tem nada de delicado. A versão tradicional – o Laphroaig 10 – é bastante defumada e medicinal, com sabor de iodo e couro. Sensorialmente, não é lá o whisky mais acessível. Mas como o desafio de bebê-lo parece fácil para muitos, a destilaria possui também uma edição limitada – O Laphroaig 10 anos Cask Strength. É o mesmo monstro enfumaçado, mas com graduação alcoólica de mais de 55%, ao invés dos tradicionais 40%.

Laphroaig

O Laphroaig 10 anos Cask Strength é uma edição limitada anual. A cada ano, um lote é lançado. Cada um deles é o resultado da mistura de barris cuja maturação mínima é 10 anos. Maturação que ocorre principalmente em barricas de carvalho americano, que antes continham Bourbon whiskey. No caso específico da Laphroaig, a vasta maioria das barricas deste tipo vêm da Maker’s Mark, famosa produtora de whiskey dos Estados Unidos. O whisky não sofre qualquer diluição antes de ir para a garrafa. Por isso, a graduação alcoólica de um lote para outro varia. O whisky da foto é do lote 007, lançado em 2015, e sua graduação é de 56.3%.

Laphroaig já foi extensamente revista neste blog. Como sabem – ou não – seus whiskies têm caráter defumado por conta do processo de secagem da cevada maltada utilizando uma fogueira abastecida por turfa (peat). Ela foi fundada em 1815, pelos irmãos Donald e Alexander Johnston, e comemora em 2015 seu ducentésimo aniversário. Atualmente, pertence à Beam-Suntory, juntamente com a Maker’s MarkBowmore, Auchentoshan, e, claro, os japoneses HibikiHakushu e Yamazaki.

Como você já deve ter presumido, o Laphroaig 10 anos Cask Strength não está disponível em nosso país. E, para falar a verdade, ele está quase indisponível no mundo. A Laphroaig é uma das mais queridas destilarias da Escócia, e suas edições especiais são bastante concorridas. É possível, porém, com alguma sorte ou pesquisa, encontrar garrafas em certas lojas europeias ou americanas, ou diretamente no website da destilaria. Mas se tudo isso para você parecer um exagero, procure o Laphroaig 10 anos tradicional, à venda em nosso país por aproximadamente R$ 350,00. Não é uma pechinha, mas se você me perguntar, direi que correria mais rápido que um Atom para comprar um.

LAPHROAIG 10 ANOS CASK STRENGTH BATCH 007

Tipo: Single Malt com idade definida – 10 anos.

Destilaria: Laphroaig

Região: Islay

ABV: 56.3%

Notas de prova:

Aroma: turfado e defumado. Muito picante, com iodo.

Sabor: Início defumado e seco, salgado e medicinal. Final progressivamente mais enfumaçado.

Com Água: Adicionar agua torna o whisky mais adocicado, o torna menos picante e permite que as notas de iodo e medicinais se intensifiquem.

Disponibilidade: Apenas lojas internacionais

 

4 thoughts on “Drops – Laphroaig 10 Cask Strength

  1. Eis ai um de meus sonhos de consumo, mestre!
    Gosto bastante do meu tradicional (o meu conta com 43%), mas gostaria muito de provar a versão CS.

    Grande abraço!

  2. Cara, comprei 2 single malt no Duty Free. Macallan Select Oak e Glenfiddich Age of Discovery 19 Anos Red Wine Cask Finish. Como sou iniciante no Single Malt (como te falei, bebi Singleton, Glenfiddich 12 anos e Glenmorangie Original até agora), depois fiquei com a sensação que dei o passo maior que a perna hahaha. O que tu pode me dizer desses dois? Será que guardo pra quando o paladar tiver mais apurado? Abraço man!

    1. Fala mestre Falcão!

      Não deu não, pode brir o Select Oak seguramente. Quanto ao Age of Discovery, tente experimentar antes whiskies com finalização ou maturação em jerez, como os Dalmore, Whyte Mackay (o blend mesmo, 13 anos) e o próprio Glenfiddich 15. Ai vá para o Age of Discovery. Você vai descobrir (hehe) a diferença de influência entre sherry e vinho tinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *