Caledonia Whisky & Co – Abrimos um Bar!

Quando, há mais de cinco anos, começamos com o Cão Engarrafado, não sabíamos direito para onde iríamos. Sabíamos, por exemplo, que provaríamos muitos whiskies. Suspeitávamos que nossa paixão por drinks e cervejas também encontraria uma forma de participar deste espaço virtual. Mas jamais pensamos que chegaríamos ao ponto de, por exemplo, julgar um campeonato de coquetelaria, ou viajar para o outro lado do mundo apenas para provar, em primeira língua, dois novos e maravilhosos whiskies de certa marca de luxo.

Alguns caminhos pareciam naturais. Incorporar receitas e abordar os universos tangentes àquele do whisky, por exemplo. Outros exigiram uma certa apneia. Desenvolver cursos e degustações, por exemplo, e sair do ambiente virtual para o palpável. Mas, de todos estes, de longe, o que mais exigiu fôlego, temeridade e quiçá uma boa quantidade de imprudência é este que vos apresento. Um bar totalmente voltado para a cultura do whisky em São Paulo. O Caledonia Whisky & Co.

Se pudesse resumir, de uma forma bem simples, sobre a essência do Caledônia, seria esta: Ele é o Cão Engarrafado materializado. É um bar em que o vedete é o whisky – escocês, japonês, americano, irlandês ou de qualquer parte do mundo. Mas que também abraça tudo aquilo de bom que se relaciona à bebida.

Nosso coração

Há coquetéis autorais (como o delicioso King James e o lúdico Volstead), clássicos clássicos (manhattan) e clássicos obscuros (BeelzeBob), com e sem whisky. Há cervejas incríveis, dentre elas, uma Imperial Stout criada pela Cervejaria Dádiva, e maturada em barris de carvalho, somente para nós. E pratos. Pratos que são ora britânicos, ora brasileiros, como o querido Scotch Egg (o nosso bolovo), hambúrgueres americanos com um toque inglês, e pratos essencialmente ingleses.

Na carta do Caledônia, há algo como cento e trinta whiskies. Reunimos quase tudo que há disponivel oficialmente no Brasil – dos blends standard, como Passport, Bells e Teacher’s, até single malts super exclusivos, como o Macallan Reflexion – uma das pouco mais de dez garrafas que desembarcaram por aqui. As doses são de 25ml, para permitir que o cliente prove uma boa variedade de whiskies diferentes sem machucar fígado ou bolso, mas há também doses duplas, de 50ml. Réguas de degustação temáticas – de escolhas sérias como o Speyside Trio, até uns mais descontraídos, como os preferidos deste Cão que vos escreve.

Já nossa carta de coquetéis – que não poderia faltar – foi criada por Rodolfo Bob, bartender premiado, vencedor do Patrón Perfeccionists. Ela conta a história do whisky em cinco drinks. Da migração dos monges da península ibérica até a Escócia, passando pela Irlanda, até os tempos atuais, com a retomada da coquetelaria e o consumo dos single malts. Sem olvidar de períodos importantes da história, como a Lei Seca (Volstead) e o começo da destilação nos Estados Unidos (Mount Vernon). Há também uma boa quantidade de clássicos incontornáveis, como o Penicillin, Manhattan, Maker’s Mark Old Fashioned e New York Sour. E uma carta periódica de obscuros, que hoje conta com o incrível e – de sugestivo nome – BeelzeBob, uma singela homenagem ao pai de nossa carta.

King James, um de nossos autorais.

E o Caledônia não é apenas um bar. É loja também. Por exemplo – se você experimentou um belo Glenlivet Code como dose no salão, terá desconto para levar uma garrafa pra casa. A preço de empório mesmo, não de bar. Há alguns produtos bem exclusivos, como a linha dos single malts da Arran, e um certo gim japonês com alma de whisky, o Roku Gin, que acabou de desembarcar no brasil pelas mãos da Beam Suntory.

E, claro, não poderíamos esquecer daquilo que mais nos incentivou a ter um espaço próprio. A parte educacional. Nossos eventos agora possuem um ambiente dedicado e fixo. Há um andar de salão conversível em sala de aula. Periodicamente, promoveremos degustações e cursos por lá. O espaço também poderá funcionar como uma sala privada, para eventos de marcas e empresas.

Temos uma ótima equipe, e estamos bem animados com o Caledonia. E um tanto apreensivos também. Ter um espaço e cuidar de pessoas não é algo trivial. Mas, pensando aqui, depois de tantos parágrafos, talvez tenha sido a mais natural das consequências do Cão Engarrafado. A gente não sabia, mas era tudo uma questão de tempo.

Sala de aula

CALEDONIA WHISKY & CO.

Endereço:

Rua Vupabussu, 309, Pinheiros, São Paulo – SP

Funcionamento:

Bar: de terça a sábado, das 18:00 às 24:00. Domingo e segunda-feira fechado.

Loja: de segunda a sábado, das 12:00 às 24:00. Domingo fechado.

Capacidade máxima: 70 pessoas

Telefone: 11 3031-0840

Instagram: @caledoniawhiskyco

40 thoughts on “Caledonia Whisky & Co – Abrimos um Bar!

  1. Mestre Maurício, parabéns e obrigado por essa belíssima iniciativa! Em março estarei em SP e vou direto para o Caledonia.
    Por sinal, pode esclarecer o porquê desse nome para nós?

    Forte abraço e muito sucesso!

  2. Poxa, que excelente notícia!

    Apesar de nunca ter comentado aqui, acompanho o blog há algum tempo. Coincidentemente me deparo com esta notícia justamente quando tenho uma viagem marcada para São Paulo na próxima semana (sou de Belorizonte). Com certeza irei visitar e aproveitar a Caledonia Whisky & Co.

    Abraços!

  3. Excelente notícia. Na minha próxima ida a São Paulo, com certeza, farei uma visita a este local esplendoroso.

  4. Totalmente excelente!!
    Sucesso, na nobre missão de transportar para o balcão, os sonhos e os desejos, despertados e cultivados no nosso imaginário de ávidos leitores.
    Saúde.

  5. Parabéns, meu Cão Amigo! Desejo sucesso para este empreendimento, que já nasceu grande! Acharei oportunidade pra degustar uns maltês e drinks aí com vocês! Beijos!

  6. Máster of Másters!! Muito sucesso em este genial emprendimiento!! Cheers e um grande abraco from Argentina.

  7. Saudações belorizontinas!

    Parabéns pela iniciativa! Desejo-lhes todo o sucesso do mundo nesta empreitada! Uma pergunta com uma sugestão embutida: pretendem abrir também uma loja online de venda de destilados associada ao bar?
    Também estou curioso quanto aos “preços de empório” pelos quais as garrafas são vendidas. Só para dar uma noção, a quanto sai uma garrafa de 1000ml (ou de 700ml) do Ardbeg 10?

    Espero ir conhecê-los em breve!
    Cordialmente,
    Gilmar

  8. Meus parabéns, mestre!
    Esse tipo de local faz muita falta em minha aldeia.
    Espero ter a chance de conhecer.
    Grande abraço!

  9. Parabéns, acompanho o site a pouco mas incrível saber onde posso tomar um real King James como o da foto. Belo estabelecimento. É possível visitar somente o “empório”? Sucesso!

  10. Caro Maurício.
    Como apreciador de whisky, festejei a chegada do Cão Engarrafado.
    E sempre dele fiz propaganda.
    Afinal, uma coisa é conhecer whisky e outra conhecer e escrever sobre whisky.
    Mas uma terceira, muito mais rara, é conhecer e escrever bem sobre a matéria.
    Em razão de ter passado por uma cirurgia, somente poderei apreciar o Caledônia a partir de setembro.
    Mas tenho certeza que elogiarei, mais uma vez, seu trabalho.
    Abraços.
    Ricardo

  11. Olá caro Mauricio. Parabéns pela nova empreitada. Muito sucesso a voce e sua equipe.
    Estarei em São Paulo no dia 03/03/2020 (terça), e com certeza, estarei visitando vosso palacete etílico. Por acaso, há algum tipo de cardápio digital para ir sondando o que pedir nesta futura visita?
    Grato

  12. Maurício, sou admirador de longa data de seu trabalho e, é claro, do uisge beatha.
    Parabéns pela nova iniciativa, que já estou divulgando… SP merecia um ambiente assim.
    Espero poder conhecê-lo quando for à loja, muito em breve !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *