Quatro Coquetéis (com whisky) para o Verão

Drinks Verão - O Cão Engarrafado

Estamos naquela época do ano. É janeiro, está calor e faz sol. A combinação perfeita entre a falta de trabalho e a inclinação climática ideal para ir à praia. E o meu Instagram não deixa dúvidas, todos estão bronzeados, felizes e devidamente alcoolizados neste incivilizado calor infernal.

Todos, menos eu. Primeiro porque eu não fico bronzeado – eu fico queimado mesmo, tipo um leitão que ficou muito tempo no forno. E o calor insiste em atrapalhar minha felicidade que passa, em grande parte, pelo conforto térmico. Pelo conforto térmico e pela possibilidade de beber algo mais acalentador. Como whisky. Porque beber whisky é bom em qualquer temperatura, mas é bem – realmente bem – melhor quando está frio.

E aí, longe da praia e transpirando, penso em alternativas para tomar minha bebida preferida sem recorrer ao gelo ou congelador. E a melhor saída, é, sem nenhuma dúvida, a coquetelaria. A coquetelaria é quase uma espécie de bruxaria que consegue tornar completamente palatável até o mais defumado e alcoólico whisky, mesmo na temperatura do inferno dantesco.

Se você é como eu, talvez este post lhe seja de utilidade. Aí vão três drinks já revistos nestas páginas – e um inédito – para lhe refrescar nesta época tão ruborizante. Os links levarão às receitas de cada um.

MINT JULEP

mint-julep-o-cao-engarrafado

Talvez o coquetel que leva whiskey mais refrescante de todos. É quase como água com hortelã que você toma naquelas festas chiques, mas com um ingrediente especial. Whiskey. O que o torna muito melhor do que aquela água com hortelã, claro.

O Mint Julep se popularizou em 1875, quando o Kentucky Derby, a mais famosa corrida de cavalos do mundo, foi criada. Em 1938 ele tornou-se o drink oficial do evento. Seu sucesso reside, em grande parte, na facilidade de preparo e na sua suavidade. Preparar um mint julep é quase tão rápido quanto percorrer um quarto de milha com um cavalo campeão, mas muito mais fácil. Para a receita, clique aqui.

PENICILLIN

penicillin-2

O Penicillin, assim como o Mint Julep, também tem um primo não alcoólico. Neste caso, aquele remédio para garganta da sua avó, com mel, limão e gengibre. Ele é, na verdade, um duplo upgrade daquela panaceia, por levar dois tipos de whisky. O primeiro, algum blended scotch whisky. O outro, um whisky defumado – que, na receita original, é o single malt Laphroaig.

Ao contrário do Julep, no entanto, o Penicillin é um coquetel bastante jovem. Ele foi criado pelo bartender Sam Ross em 2005, em Nova Iorque, e alcançou fama mundial em menos de uma década. E não é para menos. O Penicillin é um dos coquetéis preferidos deste Cão, e a prova de que tudo fica melhor com whisky. Veja a receita aqui.

GREEN GIMLET

green gimlet

O Green Gimlet é a variação com whisky de um coquetel bastante conhecido. O Gimlet. A receita original leva gim, e teria sido criada por um almirante da marinha inglesa, Sir Thomas Desmond Gimlette. A intenção seria prevenir o escorbuto, resultante da falta de vitamina C no corpo. Como é de se esperar da criação de alguém que passava a maioria de seu tempo em um navio sob um sol insuportável e calor infernal, o Gimlet é um drink bem refrescante.

A receita que você poderá conferir leva scotch whisky ao invés do gim. Ela foi criada por Michel Dozois. Talvez este nome não lhe soe familiar. Mas, se você é fã de Mad Men, saiba que Michel é o responsável por ter produzido os cubos de gelo que aparecem nos copos de Don Draper. É isso mesmo, a série tem um profissional cem por cento dedicado à produção de gelo.

Veja a receita do Green Gimlet aqui.

LIL’ IRISH

fernandolisboa1

Se você está disposto a testar coisas novas, este coquetel é para você. Ele foi criado por Fernando Lisboa, bartender e consultor em coquetelaria no tempo livre para este infame blog. De acordo com ele, em um momento de moderada ponderação: Esse é um drink para se tomar em festa. E dá para tomar um balde dele. 

E quem afinal é este Cão para discordar desta peça de sabedoria?

INGREDIENTES

  • 60ml jameson
  • 15ml xarope de alecrim
  • 80ml suco de pera
  • Limao siciliano espremido a francesa

PREPARO

Para o xarope de Alecrim

Aqui você tem duas alternativas. Uma delas é fazer duas fervuras. A primeira será algo muito semelhante a um chá de alecrim. Adicione alguns ramos em uma panela com 1 (um) litro de água e leve ao fogo. Deixe ferver por alguns minutos. Retire os ramos e deixe esfriar um pouco. Adicione então pouco menos do que 1kg de açúcar (note que a proporção para o xarope é de um para um, considerando a evaporação por conta da primeira fervura). Aqueça novamente, até que a calda fique translúcida. Isso é bem antes do ponto de fio. Fique de olho.

A outra alternativa é bater tudo em um liquidificador. Então, adicione os ramos de alecrim e o quilo de açúcar. Depois, adicione um litro de água fervendo e bata até que o alecrim tenha sido completamente triturado. Agora vem a parte difícil – você precisará coar a calda até que os resquícios maiores das folhas do alecrim sumam. Uma peneira talvez dê conta do recado, mas talvez seja necessário usar gaze ou mesmo filtro de café.

Para o coquetel

Em um copo alto – highball – adicione bastante gelo, um ramo de alecrim, o jameson, o xarope e o suco de pera. Mexa suavemente. Pegue 1/4 de um limão e esprema sobre o coquetel. Depois, derrube a fatia dentro do copo.

6 thoughts on “Quatro Coquetéis (com whisky) para o Verão

  1. Como vai, mestre?
    Cara, eu odeio o calor e posso te adiantar que ele tb não parece gostar muito de mim.
    Sou um tanto metódico com minha bebida, então não recorreria ao gelo, já esta bruxaria me parece uma solução bem mais plausível.
    Realmente penso em me aventurar qualquer dia pela coquetelaria, afinal é sempre necessário aprender e uma versão diferente do whisky é bem melhor que trocá-lo por outra coisa haha.

    Grande abraço!

    1. Qual receita? dos demais coqueteis? Se voce clicar no link no nome dos coqueteis (em azul), conseguirá vê-las. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *