Drops – Eagle Rare 10 anos

Você sabe quem é Michael Phelps? Provavelmente sim. Ele é o nadador mais famoso do mundo, maior medalhista olímpico da história e atualmente detentor de sete recordes mundiais, ainda que eu não tenha a mais frágil ideia de quais sejam.

Para você ter uma ideia, o Phelps está empatado com a Índia no número total de medalhas. Mas ele tem bem mais de ouro. Considerando toda a história dos jogos olímpicos, Phelps conquistou mais medalhas do que Portugal, Chile, Bahamas e o Quirguistão, seja lá o que for o Quirguistão.

No universo dos bourbons, Phelps poderia ser comparado ao Eagle Rare 10 anos. Ele é um dos mais premiados whiskeys do mundo. O Eagle Rare conquistou mais de trinta prêmios na última década, incluindo alguns da Los Angeles International Wine & Spirits Competition, International Spirits Competition e International Wine & Spirits Challenge, três dos mais importantes campeonatos mundiais de bebidas. Ele foi o único whiskey a conseguir cinco medalhas de duplo ouro na San Francisco Spirits Competition, sendo que três delas foram concedidas em anos consecutivos – de 2003 a 2005.

E o Eagle Rare é mais bonito que o Phelps.

O Eagle Rare 10 anos é produzido pela Buffalo Trace Distillery, localizada em Frankfort, no Kentucky, e controlada pela Sazerac. Além dele, a destilaria produz uma variedade enorme de whiskeys, como o George T. Stagg, E. H. Taylor, W. L. Weller, Sazerac Rye, a preciosíssima linha de Pappy Van Winkle e os Blanton’s e Stagg. Jr., já revistos por aqui.

A composição da mashbill do Eagle Rare – conhecida simplesmente como a Buffalo Trace #1 – é secreta. Porém, sabe-se que há pouco centeio, resultando em um destilado adocicado e com poucas especiarias. A maturação – como todo bourbon – é feita em barricas de carvalho americano virgens. No caso do Eagle Rare, bastante queimadas.

O Eagle Rare é um whiskey muito equilibrado, relativamente adocicado, com notas de açúcar mascavo e caramelo. O álcool está completamente integrado e é pouquíssimo agressivo. Seu preço em sua terra natal é, em média US$ 35,00 (trinta e cinco dólares) – um excelente custo-benefício. Apesar de – na opinião canina – carecer da personalidade que transborda em seu primo Stagg. Jr., o Eagle Rare é um excelente bourbon.

Se tiver a sorte de encontrar essa ave rara, não deixe de experimentar. Nem o Phelps deixaria passar.

EAGLE RARE 10 ANOS

Tipo – BourbonWhiskey

ABV

Destilaria: Buffalo Trace

País: Estados Unidos

Notas de prova

Aroma: adocicado, com caramelo e baunilha.

Sabor: doce, com açúcar mascavo, caramelo, baunilha, trufas de caramelo. Final com mais açúcar mascavo e um pouco de especiarias. O alcool está completamente integrado e mal é percebido.

Disponibilidade: Apenas lojas internacionais

 

3 thoughts on “Drops – Eagle Rare 10 anos

  1. Como vai, mestre?
    Buffalo Trace Distillery é lendária. Acho que vale a pena experimentar, apesar de gostar da alta carga de centeio.
    Grande abraço!

    1. Também prefiro. Mas sabe que não é doce como se espera. É mais para o açucar mascavo do que para o melzinho….rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *