Especial de St. Patrick’s – Jameson Black Barrel Select Reserve

Jameson 2

Você sabe quem foi São Patrício? São Patrício – St. Patrick, em inglês – foi um missionário cristão, de nacionalidade irlandesa, que viveu durante o século quinto. St Patrick’s é também o santo padroeiro da Irlanda. Por ser um orgulho nacional para os irlandeses, seu dia é comemorado tanto naquele país quanto internacionalmente.

O St. Patrick’s Day, comemorado no dia 17 de março, tornou-se uma data reconhecida pelas igrejas católica e anglicana, bem como parte da ortodoxa e luterana a partir do século dezessete. O dia comemora a vida de São Patrício, bem como a chegada do cristianismo na Irlanda. As comemorações variam bastante. Celebrações públicas geralmente envolvem paradas e festivais, bem como a utilização de indumentárias da cor verde ou contendo trevos estampados – o símbolo de St. Patrick.

Até aí, tudo bem.

Acontece que, naquela época havia restrições religiosas bem mais severas sobre o consumo de álcool e de certos tipos de alimentos. Entretanto, naquele dia, no dia de São Patrício, essas restrições eram suspensas. Por isso, com o tempo, as famosas comemorações do St. Patrick’s Day passaram a envolver, na maioria das vezes, quantidades consideráveis de álcool.

Você pode até sair de ZZ Top. Só que verde.
Você pode até sair de ZZ Top. Só que verde.

Atualmente, por ser uma festa tradicionalmente irlandesa, as bebidas mais consumidas são cerveja – com uma cor verde meio nojenta – e whiskey. Whiskey irlandês. Por se tratar de um blog de whisky, a escolha deste Cão foi óbvia. Para comemorar a data, optei por uma expressão incomum do whiskey irlandês mais consumido no mundo. O Jameson Black barrel Select Reserve, também conhecido em alguns países como Jameson Small Batch.

O Jameson Black Barrel Select Reserve é composto, principalmente, pelo espírito proveniente da tripla destilação em alambiques de um mosto que contém tanto cevada maltada quanto não maltada. Entretanto, pequena quantidade de whisky de grão é adicionada para criar o equilíbrio ideal. A mistura entre o destilado da cevada e o de grãos é feito somente após o processo de maturação do whiskey.

Aliás, a maturação do Black Barrel é também bastante diferente daquela do tradicional Jameson. A versão mais comum de nosso irlandês matura entre cinco e sete anos. Já no caso do Black Barrel, o processo é um pouco mais longo.  O whiskey é maturado entre sete e doze anos. A maturação ocorre tanto em barricas que antes continham vinho jerez quanto bourbon.

As barricas de ex-bourbon – tanto para a parte do destilado proveniente do alambique quanto para o whisky de grão – são duplamente torradas (double charred) o que confere um sabor rico e muito específico a este whiskey. Esta segunda torra é exclusiva do Black Barrel. Nenhum outro whiskey do portfólio permanente da Jameson é maturado nestas barricas. Nem mesmo as expressões mais caras.

Após passarem pelo processo de double charred os barris ficam com a cor escura, preta, devido ao contato com o fogo direto. Épor isso que ele foi carinhosamente chamado de Jameson Black Barrel. Aqui está um vídeo que mostra como é feita a torra das barricas.

Barricas sendo torradas
Barricas sendo torradas

Por conta da maior proporção do destilado proveniente do alambique, o Jameson Black Barrel Select Reserve é bem mais encorpado que seu irmão mais jovem. Isso é somado ao tempo de maturação mais extenso, tornando-o um whiskey bem mais complexo e interessante do que a versão tradicional da marca.

Se você é fã de whiskies irlandeses, mas está procurando algo mais encorpado e forte, o Jameson Black Barrel Select Reserve é para você. No entanto, há uma má noticia. Ele não está disponível em nosso país.

Por aqui, apenas a versão tradicional da marca por ser encontrada nos supermercados e lojas virtuais. Entretanto, o Black Barrel pode, com sorte, ser comprado nos Duty-Free Shops de aeroportos internacionais, e em alguns países vizinhos, como Chile e Uruguai. A nós, resta aguardar a boa vontade da Pernod Ricard – detentora da marca – para trazer a expressão para o Brasil.

Com um pouco da ajuda de São Patrício, talvez ele chegue por aqui! Vamos torcer.

JAMESON BLACK BARREL SELECT RESERVE

Tipo: Irish Whiskey

Marca: Jameson

Região: N/A

ABV: 40%

Notas de prova:

Aroma: Frutado, adocicado, leve aroma de vinho e de baunilha.

Sabor: Levemente picante, frutas vermelhas, coco, baunilha.

Com água: A água deixa o whiskey menos picante, e torna o sabor frutado mais aparente.

 

8 thoughts on “Especial de St. Patrick’s – Jameson Black Barrel Select Reserve

  1. Salve, Maurício!

    Bom, irlandeses sempre dando um jeito de encaixar o álcool em tudo, então por que não criariam um “dia do álcool liberado”? haha
    Muito bom o texto e vem a calhar, já que minha próxima aquisição está entre o Jameson e o Jack Daniels.
    PS: Os 02 serão adquiridos, a dúvida está apenas na ordem. O que você me sugere?

    Abraços!

    1. Seria mais sincero, não? hahaha!

      Entre Jack e Jameson, temos animais bem diferentes. O Jameson é mais próximo dos escoceses, enquanto que o Jack é um clássico whiskey americano, bem puxado pra baunilha e caramelo. Acho que neste caso não tem ordem correta. Experimente o que você encontrar primeiro! rs!

  2. Bom dia, e renovados parabéns pelo texto explicativo e interessante, além de sempre divertido. A inscrição Small Batch, no rótulo, indica o quê?

    Abraço

    1. Luiz, Small Batch significa “pequeno lote” ou “micro lote”. É algo como “edição limitada”. O que é verdade, uma vez que ele é uma edição limitada anual. O nome “Black Barrel” ou “Small Batch” depende de onde a garrafa foi comprada. O rótulo do whiskey varia de país para país, mas o conteúdo é o mesmo!

      1. A propósito de Black, descobri que o nosso Logan (ainda não avaliado por você) é vendido nos EUA e sabe-se lá mais onde como White Horse Black.
        Como o WH já mereceu um post seu, talvez fosse o caso de avaliar essa versão com 12 anos que tem feito relativo sucesso nas prateleiras.

        Abraço

        1. Esse tá na lista de urgência. Ele é mesmo White Horse com 12 anos. A base continua sendo Lagavulin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.