Guest Post – Mulheres do Whisky

mulheres-georgie-bell2

O texto de hoje é dedicado às mulheres do mundo do whisky. Para tanto, nada melhor do que convidar Carolina Ronconi, co-fundadora do Blog Meninas no Boteco, para escrever a introdução e conclusão desta lista de incríveis mulheres.

INTRODUÇÃO

Seis histórias envolventes e inspiradoras sobre mulheres apaixonadas por whisky, que dedicaram (e algumas ainda dedicam) suas vidas à produção e inovação da bebida que é tão querida e apreciada no mundo inteiro.

Foi com muito talento, confiança, dedicação, olfato, suor, destemor, esforço, charme, magnetismo, cooperação, criatividade, perfeccionismo e persistência, que elas superaram o machismo e o preconceito, para realizar projetos indefectíveis e surpreendentes, e mudar o destino de algumas das mais importantes destilarias do mundo.

Preparem-se para serem abduzidos para o universo feminino do whisky e encontrarem heroínas de verdade, com histórias que valem a pena serem contadas e recontadas.

Carolina Ronconi

Co-Fundadora do blog Meninas no Boteco

meninasnoboteco.com.br

Instagram/Facebook: meninasnoboteco


BESSIE WILLIAMSON

mulheres-bessie-williamson

Não poderia começar a lista de outra forma. Bessie é a razão pela qual atualmente ainda temos, entre nós, o querido single malt Laphroaig.

Sua trajetória começou em 1932, quando aceitou um trabalho de verão na destilaria. E ainda que planejasse passar apenas alguns parcos meses, acabou ficando até 1972, quando se aposentou. Bessie tornou-se diretora da Laphroaig durante a Segunda Guerra Mundial. E foi somente graças à sua inflexão e esforço, que aquela lenda de Islay não foi completamente desmontada para tornar-se um depósito secreto de armas, como teria ocorrido com tantas outras destilarias da época.

Bessie convenceu o ministério da defesa do Reino Unido a utilizar apenas parte de seus armazéns para estocar a munição. Aliás, muito mais do que isso. Williamson tanto fez que conseguiu que aquele ministério construísse novos armazéns para guardar o armamento bélico. Estes prédios, mais tarde, se tornariam armazéns da própria destilaria.

De quebra, ela também foi uma das precursoras na divulgação dos whiskies single malt no mundo, especialmente nos Estados Unidos. Isso sim que é um trabalho de verão produtivo.

RACHEL BARRIE

mulheres-rachel-barrie

Rachel é uma pioneira. Ela é a primeira mulher a ocupar a posição de master blender da indústria do whisky. Se você já foi agraciado com a possibilidade de experimentar algum Glen Garioch, Auchentoshan ou Bowmore, é altamente provável que sua criação tenha vindo das mãos – ou melhor, do nariz – desta senhora.

Rachel é formada em química, e possui mais de vinte e um anos de experiência na criação de whiskies extraordinários. Em 1991, Barrie foi admitida no Scotch Whisky Research Institute depois de, durante sua entrevista de emprego, ter identificado perfeitamente mais de vinte fragrâncias diferentes, de piche a zimbro. De lá pra cá, trabalhou na Glenmorangie, e hoje capitaneia a criação dos whiskies das três destilarias sob o comando da Morrison Bowmore.

GEORGIE CRAWFORD

mulheres-georgie-crawford

Georgie é a mulher por trás da mais querida – e cult – destilaria de Islay desde 2010. A Lagavulin. Nascida naquela ilha, Georgie diz que conseguir seu trabalho aconteceu quase de forma orgânica. Ela teria começado na Scotch Malt Whisky Society, mudado para a gerência de um bar e, depois, de uma loja de whiskies. Por fim, lançou suas raízes onde sua vida começara: Islay.

ALISSON PATEL

mulheres-allison-patel

Allison é uma espécie de porta-voz das mulheres no mundo do whisky. Além disso, ela é a fundadora e idealizadora do whisky Brenne, um single malt produzido na – prepare-se para a surpresa – França, mais especificamente, no coração da região de Cognac. Ao assistir suas entrevistas, é fácil perceber que seu destemor e esforço somente podem ser comparados a seu charme e magnetismo.

De acordo com Allison “Quando eu comecei, não havia muitas mulheres – especialmente nas posições mais altas – e isso facilmente poderia ter criado competição e ciúmes entre nós, mas o oposto completo aconteceu. Eu me refiro a estas mulheres, espalhadas todas ao redor do mundo como minhas ‘irmãs de whisky’, porque, para mim, é o que elas realmente são”.

CARA LAING

Cara Laing é, atualmente, a responsável pela criação e marketing de uma das mais importantes engarrafadoras independentes da Escócia. A Douglas Laing & Co. A trajetória de Cara se iniciou na Whyte & Mackay, tendo sido gerente de marca dos single malts da destilaria Jura. Depois, mudou-se para a Morrison Bowmore – a mesma de Rachel Barrie – até que, finalmente assumiu a empresa da família e tornou-se um de seus maiores expoentes.

Se você já experimentou whiskies como Big Peat, Rock Oyster ou Scallywag, ou se está no clube dos afortunados e é o orgulhoso proprietário ou bebente de alguma expressão da série Director’s Cut, é bem provável que tenha degustado o impecável trabalho de Cara.

GEORGIE BELL

mulheres-georgie-bell

Esta é a segunda Georgie da lista, e a última mulher deste post. Georgie é uma embaixadora mundial do whisky. Ela foi, durante muitos anos, a embaixadora internacional do single malt Mortlach, da Diageo, também um dos preferidos deste canídeo que vos escreve.

Georgie conta que sua iniciação no mundo do whisky partiu de seu pai. Inspirada, Georgie estudou destilação no Institute of Brewing and Distilling e se tornou embaixadora internacional da Scotch Malt Whisky Society, passando mais tarde para Mortlach e, por fim, a partir do mês passado, a Bacardi.

Bell passa a maior parte de seu ano em viagens internacionais, organizando degustações de whiskies e espalhando a boa palavra sobre a melhor bebida do mundo por aí.


CONCLUSÃO

Essas mulheres empoderadas deixaram um legado e formaram uma corrente de sororidade, que Alisson Patel denomina de “irmãs de whisky”.

Elas não frequentaram as, atualmente cogitadas, “Escolas de Princesas”, que têm como objetivo definir um padrão de comportamento feminino limitador da independência e da liberdade de futuras gerações de mulheres.

As histórias de Bessie Williamson, Rachel Barrie, Georgie Crawford, Alisson Patel, Cara Laing e Georgie Bell, são um suspiro de alívio e a certeza de que lugar de mulher é onde ela quiser, e com um copo de whisky na mão!

 

Carolina Ronconi

Co-Fundadora do blog Meninas no Boteco

meninasnoboteco.com.br

Instagram/Facebook: meninasnoboteco

3 thoughts on “Guest Post – Mulheres do Whisky

  1. Georgie Bell seria entonces mi escogida, dado que Mortlach, como lo he dicho muchas veces, siempre sera mi numero uno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *