Estrelas da Música que amam whisky

Pensem em um advogado. Se você não for um, provavelmente recorrerá a um ficcional. Como, sei lá, o John Milton (Al Pacino), Martin Vail (Richard Gere), Harvey Specter e aquela doida do Jessica Jones que só quer ver o mundo pegar fogo. Todos tem o mesmo estereótipo. Egoístas, obstinados, oportunistas. Geralmente alcoólatras ou meio drogados. Não existem muitas variações para o advogado ficcional. Vêm tudo num pacote.

É, eu sei que há uns tantos outros que são o oposto, como o Atticus Finch e o Fred Gailey, mas ninguém pensa neles. Na cultura popular, nós – é, eu sou advogado – somos os operadores do apocalipse. Tipo os leprechauns irlandeses, mas ao invés de gorrinho e camisa verde, a gente usa terno e gravata. E ao invés de esconder a faca do bolo ou quebrar aquele copo, somos responsáveis por arruinar vidas.

Outra profissão com um estereótipo bem forte é a de músico. Músico normalmente é um advogado, mas menos egoísta e com mais talento musical. Em comum, temos o estereotipado hábito de enxugar qualquer garrafa que contenha álcool. Porém, ao contrário do que acontece com advogados (ressalvado o Harvey Specter aqui), as pessoas realmente querem saber o que seus ídolos musicais bebem. Por conta disso – e a pedidos – resolvi elaborar uma eclética lista com alguns expoentes da música e suas preferências etílicas. Aqui, tentei ser o mais eclético possível na escolha dos músicos. Porém, em breve, haverá uma nova edição apenas com ícones do rock.

Assim, meus caros, abram seus Jack Daniel’s (parece ser uma preferência no meio musical), escolham seu couvert artístico preferido e aproveitem. Estas são seis estrelas da música que, como você, adoram whisky.

BONO

Quando ele não está salvando criancinhas famintas, levantando capital para campanhas filantrópicas ou cantando, Bono – que nasceu na Irlanda – toma whiskey. Mas não irlandês, apesar do uso do E na grafia. Bono, que na maioria das vezes faz o papel do moço comportado e altruísta, tem um gosto bem rebelde pela bebida. O vocalista do U2 prefere Jack Daniel’s, o famosíssimo whiskey americano.

LADY GAGA

Stefani Joanne Angelina Germanotta, ou melhor, a Lady Gaga, é praticamente uma criatura conjurada pela cultura pop. Visual eclético (isso é um eufemismo), atitudes polêmicas, gostos pouco ortodoxos. Menos para whiskey – mais uma vez, com “e”. Ao contrário de Bono, Gaga – que é americana – é apaixonada por Jameson, o mais tradicional whiskey irlandês.

MUMFORD AND SONS

Se você sabe o que é uma bergamota, alcaçuz, gosta de ruibarbo e usa echarpe, certamente conhece a banda formada por Marcus Mumford, Ben Lovett, Ted Dwane e Winston Marshall. O conjunto britânico de folk rock é um expoente hipster.

Apesar disso, as preferências etílicas do grupo passam longe do gim-tônica. Os integrantes gostam tanto de whisky que prometeram criar seu próprio rótulo no futuro. I will wait.

RIHANNA

Tenho que assumir que acho as músicas da Rihanna meio chatas. A pior delas é Diamond. Porque, bom, porque diamantes não voam, então a metáfora “como diamantes no céu” só funciona se você tiver sob o efeito de drogas pesadas, ou for completamente ignorante sobre astrofísica.

Apesar disso, Rihanna tem bom gosto quando o assunto é álcool. Sua bebida de preferência – assim como Gaga – é Jameson. Ela até cita o whiskey em uma de suas músicas, que dedicou a “todos os semi-alcoolatras do mundo“. Me senti representado. É, talvez ela não seja tão chata assim.

FRANK SINATRA

Bom, quando o assunto é álcool, as celebridades podem ser separadas entre amadores e profissionais. E o Frank Sinatra. Frank – em conjunto com seus amiguinhos do Rat Pack – enxugavam qualquer coisa etílica que cruzasse seus caminhos.

Apesar do gosto (realmente) eclético por bebida, reza a lenda que a preferência de Frank Sinatra era o tennessee whiskey Jack Daniel’s. Ele o tomava em copo baixo, com pouco ou sem gelo. Na verdade, ele tomava de qualquer jeito, em qualquer copo. Ele gostava tanto, mas tanto do Tennessee Whiskey, que a marca homenageou seu célebre ébrio com a edição especial “Sinatra’s Select”.

KEITH RICHARDS

Todo ano alguém diz que Keith morreu. E todo ano a notícia é desmentida. Keith é praticamente o Gandalf dos guitarristas. Se o Gandalf enchesse a cara como se não houvesse amanhã e usasse todo tipo de substâncias lícitas, mágicas e ilícitas. Assim como Frank – outro profissional dos copos – a preferência de Keith é clara. Jack Daniel’s.

 

 

20 thoughts on “Estrelas da Música que amam whisky

  1. Reza a lenda também que Lemmy Kilmister, vocalista do Motorhead, tomava Jack Daniels como se não houvesse amanhã. No auge, chegou a tomar três garrafas por dia, misturada com coca cola, o que o tornou diabético.

  2. Oi. Tom Jobim e Vinicius de Moraes TB era aficionados por whisky, tanto que Vinícius cunhou a frase que leva o nome do blog. “Whisky é o melhor amigo do homem, é o cão engarrafado.” Queria saber a preferência deles…temos?
    ABS e parabéns.

    1. Opa, verdade, Victor. Daí mesmo que pegamos inspiração para batizar nosso blog.

      Então, essa história tem versões. A maioria das pessoas diz que é o White Horse o preferido do Vinícius e Tom. Faz sentido – foi um dos primeiros whiskies a serem importados em larga escala para cá, e era bem respeitado. Um legítimo Escocês, numa época que poucas coisas entravam aqui. E foi esse o período em que Vinícius cunhou a frase.

      Outra versão conta que era Black & White, e a frase do Vinícius era uma referência direta aos cãezinhos ilustrados no rótulo.

      Eu acredito mais na primeira. Faz mais sentido historicamente – ainda que tivéssemos também black & White por aqui – e nos parece menos óbvio. Chamar uma garrafa de cachorro engarrafado porque tem um cachorro no rótulo não é digno do poeta! rs.

  3. Tô no caminho certo, acho q o Jack já poderia fazer uma homenagem a mim, e o cão me colocar no seu blog….kkkkk

    Sucesso garoto.

  4. No clipe “Just Feel Better” Steven Tyler aparece tomando Jack Daniels hahaha. Aproveitando a oportunidade, você teria como indicar um whisky para o dia a dia? Na faixa de Grants ou Ballantines finest… Parabéns cão, seus textos são ótimos e divertidos!
    Abraço.

    1. João Augusto, muito obrigado!

      Meu caro, difícil fazer essa indicação. Qual perfil de sabor? Defumado (como o Red Label)? Mais adocicado (como o Balla)? Ou mais seco (como seria um Buchanan’s)? O Maurício (que vos escreve…rs) gosta do White Horse e Jameson (é, o irlandês mesmo!). Guilherme – nosso webmaster e fotógrafo – está mais para o Chivas. Outro muito bacana é o White & Mackay. E claro, o Famous Grouse!

      1. Eu gosto bastante do Ballantines , mas estou perdido em comprar algum na mesma faixa de preço com o sabor adocicado como o dele, qual me indicarias?
        E sobre o Grants, seria uma opção viável em custo-benefício (independentemente de perfil de sabor)?

  5. Quando o assunto é álcool, celebridades da música sempre estão em destaque hahaha. Não podemos esquecer de Ozzy que chegou a ir em um pub dirigindo um cortador de grama.

    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *