Jack Daniel’s Tennessee Fire

Na década de oitenta, o bom-senso era algo bastante relativo. Especialmente se você fosse criança. Se você discorda, acompanhe-me em um flashback. Afinal, a internet se regojiza com flashbacks. Nos anos oitenta, um palhaço quimicamente alterado concorria com uma moça com figurino questionável como principal atração televisiva infantil. Nos anos oitenta, podia passar produto tóxico no machucado, andar no banco de trás sem cadeirinha e comer chocolate em forma de cigarro.

Aliás, falando em chocolate em forma de cigarro, os doces eram divididos em dois tipos. Os de essência ambígua – como os tais cigarrinhos, pirulito chupetinha e pirocóptero – e os que causavam sufocamento. Como Bolin Bola e aquela bala que parecia uma hemácia. Porém, dentre todas, minha preferida (integrante do segundo grupo) sempre foi a bala de canela. Aquela redondinha e durinha, bem do tamanho do meu esôfago.

Que delí…ghhwwaaa

E ainda que eu não seja tão nostálgico de minha impúbere época, seus sabores ficaram gravados com muita clareza em minha memória. Tanto que, recentemente, me senti transportado novamente para a infância ao provar uma bebida cujo sabor reminisce bastante aquele da balinha. Aliás, não só relembra, como é praticamente a versão líquida dela. O Jack Daniel’s Tennessee Fire. Um licor cuja base alcoólica é o mundialmente conhecido Jack Daniels Old No. 7, com adição de “um licor de canela de produção própria“.

Antes de prosseguir, devo aqui fazer novamente um esclarecimento. O Jack Daniels Tennesse Fire não é whiskey. De acordo com Code of Federal Regulations – o documento que estabelece as regras de classificação das bebidas nos EUA – caso haja a mistura de quaisquer frutas, flores, plantas ou substâncias que proporcionam sabor – como é o caso do Tennessee Fire – a bebida será um cordial ou licor. Além disso, sua graduação alcoólica, de 35%, é inferior ao mínimo de 40% permitido.

Então, antes que você engasgue ao tentar comparar o Jack Daniels Tennesse Fire com qualquer whiskey, tenha em mente que sua natureza é distinta. E como somos maduros, sabemos que não devemos comparar coisas essencialmente diferentes. Aliás, como um licor, o Jack Daniel’s Tennessee Fire está mais próximo de seu irmão Jack Daniel’s Honey ou de um Fireball do que – incrivelmente – o whiskey que lhe serve de base.

Tennessee Fire e seus irmãos

Sensorialmente, o Jack Daniel’s Fire não tem nada de agressivo, como seu nome sugeriria. O sabor predominante é, obviamente, canela. Há um final que remete a baunilha com um leve apimentado. É uma bebida fácil, sem muita complexidade e doce, mas longe de ser enjoativa. Aliás, pelo contrário: como nas balinhas de canela, o impulso é dar mais um gole. Gelada – como é sua sugestão de consumo – a canela fica ainda mais pronunciada, e a impressão de dulçor se alivia.

O Jack Daniel’s Tennessee fire foi lançado em 2014 nos Estados Unidos. No Brasil, até 2018, sua distribuição era tímida – apenas São Paulo e região Sul. Porém, em 2019, a Brown-Forman, proprietária da destilaria, decidiu disponibilizá-lo em todo território nacional. Segundo Luiz Schmidt, diretor de Marketing da Brown-Forman para América do Sul, Central e Caribe, o seu processo de expansão foi uma resposta a uma demanda do consumidor brasileiro “O sabor intenso e o seu uso em momentos de alta energia, que é a proposta de Fire, têm grande aceitação localmente”.

Se você, ainda adulto, continua adorando aquelas outrora tão famosas balinhas de canela, amará o Jack Daniel’s Tennessee Fire. Afinal, ele é praticamente a versão aprimorada da guloseima. E há uma enorme vantagem – com ele, não há qualquer risco de sufocamento.

JACK DANIEL’S TENNESSEE FIRE

Tipo: Licor

Destilaria: Jack Daniel’s

ABV: 35%

Notas de Prova:

Aroma: canela, calda de açúcar.

Sabor: adocicado, com canela, calda de açúcar. Final levemente apimentado e com baunilha.

Disponibilidade: lojas brasileiras

*a degustação da bebida tema desta prova foi fornecida por terceiros envolvidos em sua produção. Este Cão, porém, manteve total liberdade editorial sobre o conteúdo do post.

3 thoughts on “Jack Daniel’s Tennessee Fire

  1. Prezado Maurício,
    Foi com imensa tristeza que li esse registro. Você é muito jovem e não merecia o que ocorreu com meu filho. Dificilmente você fará um texto como esse. De tão bom é muito ruim. O resto da existência tentará superá-lo.
    O que fará agora? Sinceramente, não sei. Aparentemente, só há uma saída. Desestimular o retorno à infância. O encanto é não ser possível retornar.
    Abraços

  2. Hahaha quantas lembranças seu texto me trouxe, mestre! Somos da mesma época e inclusive eu já engasguei com a lendária bala soft.
    Em relação à licores e cordiais, devo admitir que tenho grande preferência pelos whiskys mesmo.
    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *