Bacardi Reserva Limitada – Um rum com alma de whisky.

Certa feita, comentei um pouco sobre o simpático canídeo fotografado na página inicial deste infame blog. O Maverick, meu querido cão de estimação. Na oportunidade, contei que o Maverick nasceu cachorro, mas com alma de gato. O que pouca gente sabe, entretanto, é que possuo outro animal, com o problema diametralmente oposto. Um gato que acha que é cão. Seu nome é Byron – em homenagem ao fidalgo escritor maldito. E, assim como ele, o Byron tem umas obsessões esquisitas. Mas, no caso do felino, a fixação não é sexual. Mas é por fones de ouvido. Só de ver um fone de ouvido, o Byron já fica louco para destroçá-lo em milhares de pedaços – uma atividade que desperta em […]

Bacardi Legacy – Final Nacional

O almoço de segunda-feira é, talvez, a refeição mais detestável da semana. Há a vã tentativa de compensar os excessos do fim de semana com alguma saladinha safada e um suco natural, aliada ao prognóstico de uma longa semana de trabalho. Enfim, uma atividade que não incita muita emoção, nem no campo gastronômico, nem no psicológico. Devo dizer que nunca me empolguei com a previsão de um almoço de segunda-feira. Isto é, até ontem. Porque, à convite da Bacardi, este Cão Engarrafado participou de um almoço bem especial. E bem pouco ortodoxo para o primeiro dia útil da semana: um churrasco na famosa Corrientes 348, em São Paulo, com Jose Sanchez Gavito, Maestro de Ron dos runs da Bacardi. O […]

Loki Dry Gin e Hiddleston Gimlet – Cocktail Drops

Pai, porque é que pé de mesa é pé que nem o pé da gente? perguntou a Cãzinha. É que são homônimos perfeitos, respondi. E tem uns bem complicados, como fio de manga, que pode ser da sua blusa, ou aquele que fica no seu dente, da fruta – disse, referenciando mentalmente Caramuru. Senti que tinha ido um pouco longe demais. Mas ela deu uma risada e retrucou. É, quando você fala pé, eu acho que é o meu pé. Mesa nem tem pé que nem a gente.  Fiquei orgulhoso e tomei coragem pra responder. Tipo coração também, que pode ser o seu – e apontei para o tórax dela – ou o resultado mais nobre do processo de destilação. Sempre que […]

Franck’s Ultra Coffee – Café maturado em barricas de whiskey

Se você, assim como este Cão, é um apaixonado por whiskies, mas precisa de muito café para começar seu dia, aqui vai uma excelente notícia. Agora você não precisa esquecer o whiskey nem na aurora de seu dia. Não, este não é um convite para o alcoolismo. E nem um pretexto para você beber um Irish Coffee pela manhã. É que a Franck’s Ultra Coffee, uma marca de cafés brasileira, possui uma linha chamada Barrel Aged, que tem tudo a ver com a melhor bebida do mundo. Como o nome sugere, os cafés da linha Barrel Aged são maturados em barris de whiskey americano antes da torra. Segundo a Franck’s, no estado verde, o café captura boa parte da vanilina […]

Mafiosa Irrefutabile – Beer Drops

“Francamente, minha cara, eu não me importo”, ou, no original “Frankly, my dear, I don’t give a damn” não é simplesmente uma demonstração de indiferença. A frase é dita por Clark Gable no celebrado E O Vento Levou (“Gone With the Wind”) para seu par amoroso, a personagem Scarlett O’Hara, vivida por Vivien Leigh. A citação, inclusive, foi eleita pelo American Film Institute (AFI) como a mais memorável de todo cinema norte-americano. Na mesma lista, ocupando a segunda posição, está uma de O Poderoso Chefão. “I will make him an offer he can’t refuse“. Em português, “Eu vou fazer uma proposta que ele não poderá recusar” Ela é proferida por Don Vito Corleone – estrelado por Marlon Brando, caso você […]

Mafiosa Leave the gun! Take the Cannoli – Beer drops

Improvisar é fácil. Improvisar a ponto de imortalizar algo é que não é. E é justamente isso que aconteceu com uma das mais memoráveis frases de um dos mais memoráveis filmes de todos os tempos. O Poderoso Chefão, e a frase “Deixe a arma e pegue o canoli” (no original “Leave the gun, take the cannoli“). A frase é proferida pelo mafioso Clemenza, interpretado pelo ator Richard S Castellano, logo após seu comparsa Rocco matar outro mafioso – Paulie. A sequência começa alguns cortes antes. Podemos ver Paulie pegando carona com Clemenza e Rocco – que já tem a intenção de matá-lo, ainda que Paulie obviamente não saiba disso. A esposa de Clemenza lhe lembra, aos berros, de não esquecer de […]

Dadiva Odonata 2018 – Sobre Referências

Finalmente assisti Solo: A Star Wars Story. E não me decepcionei, mas não fiquei muito impressionado. É engraçado, porque não há nada intrinsecamente ruim sobre o filme. Ele é bem dirigido, o ritmo é bacana, e o Alden Ehrenreich está excelente como Han Solo,  a ponto de reproduzir com exatidão até pequenos tiques do personagem de Harrison Ford. Tipo atirar de perna aberta e fazer aquela cara de mau ator tentando expressar surpresa. Tem que ser muito bom ator para parecer mau ator. O problema, acho, não está no filme. Está na mística. Ou melhor, na ausência dela. É que quando Han contava vantagem para Luke sobre, por exemplo, o fato da Millennium Falcon ter feito o Kessel Run em menos […]

Beer Drops – Adnam’s Two Bays

Cervejas maturadas em barricas de carvalho ou com chips de carvalho. Nossas televisões mentais projetam, imediatamente, a imagem de alguma imperial stout ou porter, quase tão oleosa quanto petróleo. Se fosse um pouquinho mais densa, nem caberia na proverbial frase de Jânio. Bebo porque é líquido. Ela estaria lá, no limiar dos dois estados físicos. Tipo vidro. Uma vez me disseram que vidro é um líquido de altíssima densidade. Certamente essa pessoa não provou imperial stouts o suficiente para entender o que é a fronteira entre o sólido e o líquido. É natural. A maioria das cervejas maturadas pertencem a estes estilos. O que não significa, de forma nenhuma, que uma cerveja mais leve não possa sofrer maturação e ficar […]

The Botanist Gin – Spinoff

Quando eu era adolescente, eu via bastante televisão. Aliás, talvez a única coisa que eu fazia mais do que ver TV fosse comer. Mesmo porque dava para comer vendo TV. Assumo que o hábito de passar horas na frente da tela com um pacote de bolacha recheada e um balde de coca-cola normal do meu lado não era nada saudável. E provavelmente não ajudou muito na construção de relações interpessoais durante meus anos áureos. Mas, por outro lado, fomentou meu interesse por cinema e, indiretamente, literatura. Uma das séries que mais gostava de assistir era Friends. Friends certamente não era um expoente da alta cultura, mas foi uma febre durante minha adolescência. A série durou dez temporadas – uma expectativa […]

Cinco cervejas para um apaixonado por whisky

Billy Carter, irmão do ex-presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, disse uma vez que não há algo como uma cerveja ruim. Algumas são apenas melhores do que outras. Já o poeta Henry Lawson escreveu que a cerveja faz você se sentir do jeito que você deveria sentir sem cerveja. Já Homer Simpson, o pensador animado norte-americano, indagou se whisky conta como cerveja. Bem, devo dizer que as duas primeiras declarações funcionam perfeitamente também para whisky. E em resposta ao questionamento de Homer, devo dizer, com pesar, que sim. Whisky conta como cerveja. E mais, whisky não apenas conta, como é cerveja. Cerveja destilada. Quer dizer, ao menos a maioria deles. Se você não sabia disso, leia aqui. Isso me leva […]