Jack Daniel’s Tennessee Rye – Drops

Poucas marcas de whiskey possuem tantos apaixonados como a Jack Daniel’s. A Jack Daniel’s é praticamente a Harley-Davidson etílica. Ou a Johnnie Walker dos Estados Unidos. Ele  está para o whiskey assim como o Bacon está para os alimentos ricos em colesterol. Ele é, bem, você entendeu o conceito.

Assim, quando uma nova expressão da marca é lançada, é natural que haja uma certa comoção no meio dos entusiastas por whiskey. Principalmente se este lançamento contar com uma receita de mosto diferente daquela tradicionalmente usada. E é justamente isso que acontece com o Jack Daniel’s Tennessee Rye.

O Jack Daniel’s Tennessee Rye é o primeiro lançamento da Jack Daniel’s com uma mashbill – a composição do mosto – diferente desde a época da Lei Seca Norte-americana, que aconteceu de 1920 a 1933. São mais de oitenta anos utilizando uma única receita, e com um sucesso literalmente entorpecedor.

Caso você não saiba, a receita do mosto (mashbill) de um whiskey americano é uma de suas características de produção mais importantes. É ela que ditará boa parte do sabor da bebida e determinará qual sua classificação. Um whiskey com maior quantidade de milho, por exemplo, será mais adocicado – como é o caso dos Jack Daniel’s tradicionais. Enquanto um que tenha mais centeio, terá um amargor e apimentado mais acentuado.

O Jack Daniel’s Tennessee Rye possui uma mashbill de 70% centeio, 18% milho, e 12% cevada maltada. É quase o inverso da receita do onipresente Jack Daniels Old No. 7 ou seu irmão o Gentleman Jack, que leva mais de 80% de milho, 8% de centeio e 12% de cevada maltada. Isso traz ao Tennessee Rye um sabor de especiarias, cravo e canela, além de uma sensação seca, bastante incomum para os Jack Daniel’s.

O Jack Daniel’s Tennessee Rye, assim como os demais Jack Daniel’s, sofre um processo chamado de Lincoln County Process. É isso que que diferencia bourbons de Tennessee Whiskeys – além, claro, do fato dos Tennessee whiskeys serem produzidos no Tennessee. Por este processo, o destilado passa por um filtro de carvão de bordo antes de ir para as barricas. Também conhecido como charcoal mellowing, o processo é subtrativo. O filtro retém partículas maiores, e deixa o whiskey mais leve e menos oleoso.

Charcoal mellowing

A maturação do Jack Daniel’s Tennessee Rye ocorre em barricas virgens de carvalho americano – assim como das demais expressões da Jack Daniel’s. O tempo não é divulgado pela destilaria.

Infelizmente, o Tennessee Rye não está disponível no Brasil. Porém, você pode facilmente encontrá-lo em mercados internacionais, como o dos Estados Unidos. Assim, se tiver oportunidade – mesmo que ela não seja lá muito fácil – experimente o Jack Daniel’s Tennessee Rye. Talvez seja ele o responsável por transformá-lo em mais um legionário do velho Jack.

JACK DANIEL’S TENNESSEE RYE

Tipo: Rye Whiskey

Marca: Jack Daniel’s

Região: N/A

ABV: 45,0%

Notas de prova:

Aroma: caramelo, pimenta, baunilha.

Sabor: seco, com especiarias, menta, cravo e pimenta do reino. Um certo adocicado de açúcar mascavo. O final é mais adocicado e relativamente curto.

 

4 thoughts on “Jack Daniel’s Tennessee Rye – Drops

  1. Achei bem interessante, mestre. Confesso que ainda não provei nenhum JD. Recentemente vi algumas versões especiais com graduação de 43%, mas o Rye me chamou mais a atenção. Me preocupa um pouco esta filtragem. O destilado não acaba ficando suavizado demais?
    Abraço!

    1. Mestre, ele é um Rye, diremos, acessível. Não é muito spicy, e tem maturação na medida. Acho legal, especialmente para coquetelaria, mas há ryes melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *