Drops – The Macallan Rare Cask Black

macallan-rare-black-o-cao-engarrafado

Se você acompanha o Cão Engarrafado, deve ter notado que tenho um certo fraco por whiskies defumados. Aliás, não apenas whiskies. Tudo. Adoro bacon, sou fanático por salmão e hadoque defumado, e um contumaz consumidor de quantidades copiosas de molho barbecue. Nada é tão bom que não possa ficar melhor com um pouco de fumaça.

Dentro do infinito rol de coisas que hipoteticamente poderiam ficar melhores com fumaça, estava The Macallan. Eu imaginava, em silêncio, como seria um whisky defumado produzido pela destilaria conhecida como o Rolls-Royce, o Stenway & Sons do single malt. Um dos mais renomados whiskies da Escócia em sua clássica versão puxada para o jerez, mas com um toque de fumaça.

Assim, imaginem minha ansiedade quando soube que ela havia finalmente lançado uma versão defumada de seu single malt. O Macallan Rare Cask Black. Aquele desejo jamais proferido por mim havia se tornado real. Por sorte – ou talvez destino – a expressão aterrissou nas lojas de Duty Free no embarque e desembarque de voos internacionais, em nossos aeroportos. Assim, não demorou muito para que eu tivesse a chance de prová-lo, e pudesse novamente dormir sossegado e recobrar a paz de espírito.

Segundo a The Macallan, o Rare Cask Black é um “Macallan com uma atitude surpreendentemente distinta. O Rare cask Black é um whisky como nenhum outro The MAcallan de hoje em dia. Menos de cem barricas que maturavam The Macallan contribuíram para a criação deste whisky de personalidade. Estas barricas misteriosas se mantiveram intocadas nos escuros armazéns da Macallan, sob a vigilância atenta de nosso Master Whisky Maker (esse é o Bob Dalgarno), até que ele sentiu que seria a hora de utilizá-las.”

Bob. Vigilância atenta.
Bob. Vigilância atenta.

Segundo Bob Dalgarno, “este whisky conta uma história diferente do destilado da The Macallan e de suas barricas, mas, mais do que isso, ele conta uma história de raridade. Macallan defumado é raro, existe muito pouco dele, e, quando estas barricas forem totalmente utilizadas, não haverá mais nada. (…)

Tanto no aroma quanto no sabor, o Rare Cask Black remonta muito a um Macallan Ruby. Isso indica que foi usada uma boa proporção de whiskies maturados em barricas de primeiro uso de carvalho europeu que antes continha vinho jerez. No entanto, há um certo aroma subliminar defumado, que o separa definitivamente de seu irmão. A impressão é que há uma improvável aproximação desta edição com os whiskies produzidos pela Highland Park – que, aliás, pertence ao mesmo grupo da The Macallan.

Curiosamente também, o Rare Cask Black faz parte da Série 1824, a mesma disponível no Brasil. Dela fazem parte também as expressões Gold, Amber, Sienna, Ruby e Rare Cask. Apesar disto, ele é uma expressão à venda exclusivamente em freeshops.

Mas há um porém. Um pequeno problema, que talvez não seja muito fácil de contornar. O seu preço. O Macallan Rare Cask Black custa, nos duty frees de aeroportos brasileiros, a bagatela de US$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta dólares). É o equivalente a quase uma quota inteira.

Investir este valor em uma garrafa é sempre uma decisão difícil. Porque o preço transcende o valor relativo, e começa a ser considerado como valor absoluto. Porém, se para você, o preço parecer uma barreira transponível, e se for tão apaixonado por whiskies defumados que já começou até a hiperventilar ao ler este texto, então experimente o Rare Cask Black. Afinal, não é todo dia que vemos um desejo materializado sem nem mesmo pedirmos.

MACALLAN RARE CASK BLACK

Tipo: Single Malt sem idade definida

Destilaria: Macallan

Região: Speyside

ABV: 48%

Notas de prova:

Aroma: Aroma adocicado, com mel, frutas vermelhas, canela e vinho fortificado. Apenas discretamente defumado.

Sabor: Mel, frutas em calda, uvas passas, pimenta do reino. Final longo, progressivamente mais seco, apimentado e defumado.

Com água: a água reduz a impressão de pimenta, e deixa o defumado mais claro.

Preço: US$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta dolares) no Duty Free

 

5 thoughts on “Drops – The Macallan Rare Cask Black

  1. Como vai, Maurício?
    Bom, existe uma lista de whiskys a serem provados (a qual tende ao infinito) e definitivamente este está entre os top 3.
    “e se for tão apaixonado por whiskies defumados que já começou até a hiperventilar ao ler este texto” define bem a situação.
    Não preciso te dizer isso, mas só para registrar os fatos: É um Macallan e é defumado! haha

    Grande abraço!

  2. Olá meu amigo, muito bom essa seu site, parabéns!

    Vim aqui te fazer uma pergunta difícil… Entre o rare cask e o rare cask black, qual você achou o melhor whisky?

    Te pergunto pois terei a oportunidade de comprar o rare cask por USD 250,00 ou o black por USD 400,00.

    Um grande abraço!

    1. Antonio, essa é uma resposta difícil porque depende do que você gosta. Mas vou adiantar algumas coisas. O Rare Cask Black não é muito defumado. Ele é mais um Macallan Ruby com um toque quase imperceptível de fumaça. Já o Rare Cask é um super Sienna. Mais refinado, mais puxado para o jerez mas igualmente equilibrado.

      Agora vai do seu gosto 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *