Drops – Old Pulteney 12 anos

old pulteney

Você já experimentou um whisky salgado? Então conheça o Old Pulteney. Sua destilaria, conhecida como a destilaria mais ao norte na porção “continental” da Escócia, fica na cidade de Wick.

Existe uma discussão séria sobre a origem do sabor salgado do Old Pulteney. Muitos afirmam que advém de sua maturação. Ele seria o resultado de anos e anos de ondas quebrando no litoral rochoso, ao lado da destilaria, e do efeito da maresia nos barris.

Entretanto, os mais céticos afirmam que, para que fosse possível efetivamente sentir sabor de sal, seria necessário adicionar litros e litros de água salgada diretamente dentro de cada barril. Para estes, o gosto salgado do Old Pulteney não é sal.

O old Pulteney é um whisky frutado, com sabor de nozes e castanhas. Mas não quaisquer castanhas. Castanhas salgadas. Bem salgadas. Tipo aquelas que você come de tiragosto, enquanto toma whisky.

E ainda que este Cão não tenha certeza de onde vem este sabor, uma coisa ele pode afirmar: É bom demais.

5 thoughts on “Drops – Old Pulteney 12 anos

  1. Trouxe uma garrafa de Old Pulteney da Escócia e acabei a dando de presente a um amigo, na esperança de achar outra garrafa no Uruguai. Fazem quatro anos e não achei ainda… que arrependimento kkkk. Segue a busca.
    Grande abraço

      1. Legal Adriana. Mas engraçado que o Old Pulteney nunca foi comercializado oficialmente no Brasil. Como este produto chegou à loja? Tem selo do IPI?

        1. ??? Não interessa cara, vc é fiscal agora? Eu tbm tenho na minha loja, covarde, te falo onde, que vai fazer? Baba ovo, pela saco. Presta atenção cara.

          1. Olá Lucas, boa tarde! Não sabemos onde é sua loja. Apenas sabemos que a mensagem foi enviada de um terminal rodoviário no RJ. Mas isso não faz a menor diferença.

            Infelizmente, não há nada a ser feito. Ocorre que whiskies comprados em mercado paralelo podem ter origem duvidosa. Podem ser falsificados, ou terem sofrido abuso durante transporte e estoque, o que pode ser prejudicial à saúde dos consumidores. Ou simplesmente alterar o sabor – o que não é nada grave para o consumidor, mas, bom, tira um pouco do prazer de beber né?

            A questão toda, Lucas, é a confiança e seriedade. Vale a pena arriscar a saúde de seus consumidores para vender um produto que, ainda por cima, é super de nicho? Imagine que um cara compra na sua loja, vai pra casa, toma o whisky, e acha horrível? Ou passa mal? Ele não vai mais querer voltar pra sua loja, porque perdeu a confiança. Por isso, lógica mesmo, eu não arriscaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *