Chivas Masters – Semifinalistas

Gosta de coquetelaria? E whisky? Então conheça o Chivas Masters. Chivas Masters é uma competiçao global, que pela primeira vez terá participação brasileira. Ela celebra bartenders que demonstram conhecimento e criatividade, e compartilham dos valores como comunidade, colaboração e generosidade. Pode parecer nonsense, mas não é. O trabalho da Chivas Regal é realmente bastante focado nestes valores. Basta lembrar de outros projetos, como o The Venture – uma competição de startups com projetos de cunho social e sustentável.

A ideia do campeonato é reforçar estes valores, tidos como pilares da marca. Nas palavras de Marina Rufino, embaixadora da Chivas Regal no Brasil “Nós buscamos dar reconhecimento aos bartenders por meio de algumas iniciativas como oferecer a oportunidade de construírem suas redes de contato em níveis local e global, participando de workshops ministrados pelos melhores profissionais da indústria; integrando a Comunidade Internacional Chivas de bartenders, além de aprimorar técnicas e habilidades”

Para o Chivas Masters, o bartender deverá criar um coquetel, que leva, no mínimo 30ml de Chivas Regal. No Brasil, o rótulo exclusivo escolhido para a competição é o Chivas Extra – um dos mais novos da marca, e que usa boa proporção de whiskies maturados em barricas de de carvalho europeu de ex-jerez. É o mesmo rótulo escolhido para uma competição que este Cão teve o enorme prazer de ser jurado – o Juntos & Extraordinários, que aconteceu no ano passado.

Terra & Alma de Nicola Bara, que participa do concurso.

Porém, ao contrário daquela competição – que envolvia apenas as cidades de São Paulo e Recife – o Chivas Masters envolve participantes de todas as regiões do Brasil. “Sabemos que São Paulo e Recife são grandes mercados para o consumo de whisky, porém, é importante valorizar outros bartenders talentosos em demais regiões do país onde a coquetelaria está se desenvolvendo” explica Marina.

A temática é também semelhante àquela do Juntos. Porém, há alguns pontos de distinção. A ideia é que o coquetel seja inspirado na comunidade em que o bartender está inserido. Assim, nada de recorrer a Albert Einstein, Alexander Fleming ou Colin Scott. A ideia aqui é mostrar como laços pessoais auxiliam as pessoas a atingir seus objetivos. Vale quase qualquer pessoa do círculo pessoal do bartender. Seu melhor amigo, a esposa, um chefe generoso, um cliente bêbado que acabou virando seu confidente ou até mesmo seu cachorro – desde que o cachorro tenha tido algum papel relevante em sua carreira atrás dos balcões.

Na semana passada este Cão teve o enorme prazer de visitar – na companhia de jornalistas e de Marina Rufino – três casas cujos bartenders foram selecionados para a semifinal do campeonato. O Subastor, com Nicola Bara; Frank com Alex Sepulchro (cujo coquetel Amereno ilustra este post) e o Seen, com Lucas Jaques. Todos os coquetéis, excelentes, e com sabores que realçavam – e não mascaravam – as características do Extra, como caramelo, café e chocolate.

Lucas Jaques preparando seu Little Extra.

Para escolher o nome de quem carimba o passaporte e parte para a final global, a marca promoverá uma final local, com 5 participantes, no dia 11 de junho, em São Paulo. Até lá, os drinks serão servidos nos bares destes finalistas. Assim, se você ainda não provou nenhum dos coquetéis da competição, corra. Os finalistas brasileiros são Alex Sepulchro, Nicola Bara, Eduardo Amorim, Dilton Sales e Bento Mattos das respectivas casas Frank Bar e Subastor (capital paulista); Butchery (Goiânia); Borsoi Café Clube (Recife) e Cokelitas (Fortaleza).

3 thoughts on “Chivas Masters – Semifinalistas

  1. Como vai, mestre? Como o senhor bem sabe, gosto bastante do Chivas Extra. Acredito que os coquetéis realmente só realçam as qualidades deste belo whisky.
    Abraço!
    PS: Sua dica da tampa PET realmente tirou o melhor possível do PC. Impressionante! Muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *