Entrevista com Malcolm Borwick – Embaixador mundial de Royal Salute

Seis graus de separação. Segundo uma teoria criada pelo escritor Frigyes Karinthy em 1929, qualquer pessoa no planeta poderá se conectar com outra por meio de uma corrente de, no máximo, cinco intermediários. Por exemplo, o maluco do Kim Jong-un . Eu provavelmente tenho um amigo, que conhece uma pessoa, que tem um conhecido, que tem relação com algum doido que é amigo do Kim.

Quando fui apresentado para essa teoria, desconfiei. São apenas cinco pessoas, no máximo, que igualmente me separam de figuras como o Dalai Lama, Ozzy Osbourne e aquele chef arabe maluco do salzinho? E mais surreal ainda, com apenas cinco pessoas, há um contato entre eu – um Cão apaixonado por whiskies – e a realeza britânica, como o Príncipe Harry?

Bem, a última indagação do parágrafo acima foi respondida com uma clareza cristalina nesta quinta-fera, dia 09 de setembro. Por conta do lançamento do Royal Salute 21 Snow Polo Edition no Brasil, fui convidado pela Royal Salute para uma entrevista exclusiva com Malcolm Borwick. Malcolm é um famoso jogador de pólo equestre, embaixador mundial da marca e amigo pessoal do príncipe Harry.

O Polo Edition

Então, aí está – não estou separado por cinco contatos. Mas por apenas um. E que contato. Malcolm é um verdadeiro cavalheiro britânico. Impecavelmente vestido, gentil e muito comunicativo. Durante pouco menos de uma hora, o jogador falou sobre o jogo de polo, suas origens, e, claro, muito Royal Salute. E é essa a entrevista que você confere a seguir. 

Uma pergunta sobre começos, para começar. Como você se tornou um jogador de polo equestre?

Comecei por completo acaso. Cavalguei a vida toda. E eu tinha 10 anos na época. E meu pai recebeu uma ligação de um amigo meu, que também tinha dez anos. Ele perguntou: “Malcolm quer jogar polo amanhã?”. Na época, eu estava tipo “o que é isso?”. Mas então, eu decidi tentar e, no dia seguinte, fui a um clube de polo no norte da Inglaterra. E eles me explicaram assim “aqui está o bastão, aqui está a bola, aí está o seu cavalo, você tem que colocar a bola dentro do gol. Segura a marreta assim”. E eu adorei desde o primeiro dia.

E eu morava em uma comunidade muito pequena no norte da Inglaterra. No meu vilarejo, acho que convenci outras seis crianças a jogar pólo em um ano. Eu disse a eles “você tem que tentar isso”. Então, depois de dois anos, tínhamos 24 pessoas em nossa área jogando polo.

Aí decidimos criar um clube de pólo. E saímos para competir com os outros locais. Este foi o pólo infantil. Eu tinha entre dez e quatorze anos de idade. E aos catorze anos fui escolhido pelo órgão esportivo da Inglaterra e recebi uma bolsa de estudos para ir à Argentina treinar polo, e dali a carreira decolou.

Então, está no sangue, você já era um embaixador de polo aos dez anos!

Eu acho que quando você é realmente apaixonado por algo, é muito fácil encantar as pessoas. Seja Royal Salute ou Polo – se você é realmente apaixonado por isso, acabará compartilhando a paixão com os amigos, no ambiente de trabalho, e assim por diante.

E sobre Royal Salute – acho que você tinha um pouco mais de 10 anos quando se tornou embaixador! Então, como vai a história?

Sim, eu tinha mais de dez! Foi em 2006, quando eu voei da Argentina para Xangai para jogar a primeira partida de polo em mais de 500 anos naquele país. Veja bem, o Polo é um jogo persa em sua origem. E mudou-se dali para outros reinos e finalmente para a Índia, quando o exército britânico o redescobriu.

Voei para um clube chamado Nine Dragons Hill, em Xangai, para jogar em um time escocês de pólo. E aconteceu que a equipe de marketing (da Royal Salute) na China estava patrocinando o evento. Naquela época, eu tinha uma pequena empresa de marketing que fazia algumas pequenas ativações para outras marcas, como companhias aéreas.

Nine Dragons Hill

E lá eu conheci o time da Royal Salute. E eu disse: “pessoal, eu conheço o cenário do pólo ao redor do mundo, deixe-me ajudá-los”. Tudo começou muito calmo. Era algo que estávamos explorando. Acabei ajudando a marca a identificar algumas oportunidades no começo. Para virar embaixador, demorou cerca de dois ou três anos. Acabei trabalhando para eles e montando uma plataforma, me tornando um embaixador da marca para eles – isso já faz dez anos.

Foi uma ótima jornada. Fizemos 18 países diferentes, 4 continentes diferentes, eventos em todo o mundo. Introduzimos muitas pessoas ao mundo do polo, e muitas (pessoas) do polo a Royal Salute.

E isso nos leva a outra pergunta – quais são as semelhanças entre polo e Royal Salute?

Bem, o próprio nome de Royal Salute indica que é uma bebida real. Veja bem, o pólo tem sido associado à família real e às cortes reais desde seu início, há 250 anos. Então, o próprio DNA, a trama de tais coisas se encaixa muito bem.

Freqüentemente, quando você está envolvido em marketing esportivo, descobre que existem empresas que tentam, basicamente, pegar carona no esporte. Botar um pino quadrado num buraco redondo – ele simplesmente não se encaixa.

Com Royal Salute e Polo, o encaixe é perfeito. Ainda temos uma grande influência da realeza no pólo. Ainda jogo com o duque de Cambridge e o duque de Sussex. E Royal Salute é o principal doador anual do príncipe Harry. Essas coisas são apenas laços naturais entre a marca e o esporte.

Sobre isso, eu li que o Principe Harry tem um programa beneficente que envolve Royal Salute, é isso?

Prince Harry, aos 18 anos, foi para Lesoto, uma pequena província da África. Na verdade, um país independente dentro da África do Sul. E houve uma enorme epidemia de Aids lá. Então, ele montou uma instituição de caridade com o príncipe do Lesoto, que estava em uma situação semelhante.

E ele usou polo para arrecadar dinheiro para essa caridade. E a Royal Salute decidiu que queria ajudar, além de que criava uma associação super boa com a marca, por causa do príncipe. Poderíamos fazer o bem, ajudar o príncipe Harry a atingir seus objetivos e manter laços com a família real.

Ao centro: Borwick e o Príncipe Harry

Arrecadamos cerca de 3,5 milhões de dólares nesse período. Portanto, tem sido um relacionamento muito bem-sucedido entre a marca e a entidade. E isso criou muito bons laços com o príncipe Harry e o duque de Sussex.

Vamos falar de Royal Salute então. Especialmente dessa garrafa maravilhosa. Me conta um pouco sobre o Royal Salute Snow Polo Edition.

Este é o terceiro frasco da linha de Polo da Royal Salute. O que queríamos fazer (com a linha de polo) era criar uísques que refletissem a sociedade do pólo e que pudessem apelar para o conhecedor de Royal Salute, e para o entusiasta do whisky.

Royal Salute já é um blend para entusiastas. É um whisky sofisticado, com maturação minima de 21 anos, composto por mais de 30 whiskies diferentes. O Signature Blend (o clássico Royal Salute) é a única garrafa com 21 anos de idade produzida ininterruptamente desde 1953.

O fato de ser um uísque complexo já o define, e quem o bebe. Agora, o que queríamos fazer com a edição polo é que queríamos apresentar um monte de gente ao whisky. O primeiro foi o polo de grama, ou Polo Edition. Era um uísque leve e acessível, para ser consumido no início da tarde.

Queríamos quebrar o conceitos equivocados de certos bebedores de whisky. Portanto, é um blend que funciona bem em coquetéis, e que, se diluído, combina muito com o verão. Vá em frente e dilua.

O segundo foi o Beach Polo. É um circuito de polo que jogamos em todo o mundo que é muito vistoso, divertido, jovem e vibrante. Queríamos um uísque que se destacasse. Então, esse uísque em particular, foi nosso primeiro Royal Salute com um toque de fumaça. Mais uma vez, um blend de 21 anos, com whiskies realmente complexos. No começo, maltes de highland e uísques realmente esfumaçados e turfados no final.

Royal Salute Polo & Beach Polo Edition

Chegamos à terceira edição. Jogamos polo de neve em dois ou três lugares do mundo. Em St. Moritz, Aspen. Na Patagônia, Argentina, há um circuito pequeno, mas bastante influente, jogado na neve. Mas St. Moritz é provavelmente a cidade de luxo mais icônica da Europa. Se você tivesse que escolher um, para se destacar, qual seria o lugar mais luxuoso da Suíça, seria St. Moritz. E lá eles jogam polo há mais de trinta anos. Participamos nos últimos cinco anos e dissemos “por que não fazemos algo que reflita nosso investimento nesse evento e que seja diferente”. E então, criamos um blended grain. Um blended grain de 21 anos de maturação mínima.

Existem alguns pontos interessantes (sobre o Royal Salute Snow Polo Editon). É 46,5% ABV. É um pouco mais alto (do que o Royal Salutes tradicionais). Essa é a latitude onde fica Moritz. Existem alguns pequenos detalhes, sinais. Fizemos este lindo frasco branco para refletir a neve branca que você vê nas montanhas. Esperamos que os entusiastas do uísque gostem.

E de onde veio a inspiração para o Royal Salute Snow Polo Edition?

O polo na neve provavelmente é o epítome de um esporte de luxo. Você está montando cavalos em uma montanha, jogando polo em um lago congelado, a 2500 metros de altitude. É algo extremamente ambicioso. E Royal Salute é um verdadeiro produto de luxo. É feito para o gosto dos entusiastas, para os bebedores de uísque experientes, que entendem a diferença.. Ele reflete St. Moritz no sabor e também na garrafa.

Muito bom. Agora vamos para duas perguntas um pouco mais pessoais. A primeira – eu entrevistei o Sandy Hyslop, e ele disse que ama relógios e Nissan Cubes….

….duas coisas bem diferentes!

… bem diferentes, foi o que eu pensei! Mas, enfim, quais seus interesses, além de obviamente polo e whisky?

Campos de golfe na Escócia. Eu adoro golfe. Eu também tenho um pouco de paixão por relógios. Provavelmente não tão íntima quanto a de Sandy, mas desenvolvi uma coleção muito boa de relógios ao jogar polo em todo o mundo, especialmente uma coleção de Piagets que eu adoraria dar aos meus filhos e netos.

(nota do Cão: Malcolm é tão apaixonado por Piagets que até gravou um vídeo para a marca, em 2016, para uma edição especial da grife de relógios baseada em polo)

Malcolm e um de seus Piagets, no vídeo de 2016

Eu não gosto de Nissan Cubes – eu dirijo uma Maserati, que é incrivelmente divertida. Não sou acumulador, mas há algumas coisas adoráveis que gostaria de dar aos meus filhos nos próximos anos.

Fantástico. E, para terminar, se me permite – você já bebeu Royal Salute durante uma partida de polo?

Incrivelmente, sim! Me deram um copo quando joguei com o príncipe Harry em Cingapura. Estávamos perdendo, e um dos convidados me chamou e disse: “venha aqui, toma isso!”. E ele me deu um copo de Royal Salute na frente de todos. E então eu pensei “eu tenho que beber agora”.

E melhorou o desempenho?

Até melhorou! Mas, para constar, eu não recomendaria jogar polo sob a influência de álcool!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *