O Cão Sofisticado – Glenmorangie Signet

glenmorangie signet 2

Janeiro é incrível. Há menos trânsito e menos trabalho. Pode-se ir aos restaurantes que você sempre quis ir e não pegar fila. Combinar compromissos com quinze minutos de diferença e ainda assim chegar adiantado. Janeiro é meu mês preferido do ano. De longe. Exceto por um detalhe. Janeiro também é o mês do meu aniversário.

Fazer aniversário em janeiro é um saco. Primeiro porque organizar uma festa é uma receita certeira para um fracasso leviatanesco. Todo mundo que você conhece está viajando. Além de que, se você nasceu muito próximo do começo do mês, como eu, existem chances reais de ganhar apenas um presente. Um presente válido para o natal e para seu aniversário. E tudo bem se o presente compensasse. Mas não é o caso, porque as pessoas já torraram suas economias durante as festividades de final de ano. Ganho tanta meia e cueca em janeiro que nunca precisei, durante toda minha existência, gastar um tostão com roupa de baixo.

minha típica festa de aniversário em janeiro (fonte: Myles Cronk)
minha típica festa de aniversário em janeiro (fonte: Myles Cronk)

Já fevereiro é o contrário. É o mês em que tudo volta ao normal. Entretanto, ao contrário do mês predecessor, fevereiro é um excelente mês para aniversários. Não há nenhuma data comemorativa em que há distribuição de presentes próxima. As pessoas acabaram de voltar de viagem, ou do Carnaval, e estão felizes e tranquilas. Por fim, o trabalho ainda não tornou-se um vórtex sugador de vida. Por sorte, Fevereiro também é o mês de aniversário do Cão Engarrafado. O blog, não este desafortunado que vos escreve.

Para comemorar a data, o Cão Engarrafado escolheu um single malt especial. Aliás, um de seus whiskies preferidos. O Glenmorangie Signet. O Signet é um whisky sem idade definida, produzido pela destilaria Glenmorangie, localizada nas Highlands escocesas e pertencente ao grupo LVMH. O mesmo grupo que  detém participação na mundialmente famosa grife Louis Vuitton, na marca de espumantes Moët Chandon e conhaques Hennessy.

O master Distiller da Glenmorangie, Bill Lusmden, é um cara mais ou menos atormentado. Formado em química, Bill passa seu tempo realizando experiências malucas envolvendo a produção e maturação de whisky. Bill até já enviou ampolas de single malt para a Estação Espacial Internacional, para estudar os efeitos da gravidade zero sobre o destilado.

Mas mesmo para os padrões de Lumsden, o Glenmorangie Signet é uma criação bastante sofisticada. Ele é produzido com a combinação de dois diferentes tipos de malte. A primeira, conhecida como “chocolate malt”, é, na verdade, malte de cevada maltada altamente torrada. A mesma usada normalmente em cervejas escuras, dos estilos porter e stout. A segunda é o malte Cardboll, produzido com cevada retirada das fazendas contíguas à destilaria. Por fim, parte do estoque mais precioso da Glenmorangie é usado em sua composição, com whiskies envelhecidos entre trinta e cinco e quarenta anos. A maturação do Glenmorangie Signet ocorre em um conjunto de barricas de carvalho europeu que antes continham jerez e barricas virgens, altamente tostadas.

A destilaria Glenmorangie é conhecida por possuir os alambiques mais altos de toda a Escócia. Quase tão altos quanto uma girafa, ainda que ninguém tenha colocado uma girafa ao lado das alambiques para comparar. A história por trás disso é interessante. Os primeiros alambiques da destilaria teriam sido comprados de uma fábrica de gim. Os atuais são reproduções maiores daqueles primeiros. A altura dos alambiques, aliada a seu formato, fazem com que apenas os vapores mais leves do processo de destilação cheguem ao seu topo, o que produz um whisky leve e elegante.

Não colocaram. É photoshop.
Não colocaram. É photoshop.

O resultado de tudo isso é impressionante. O Glenmorangie Signet é um whisky suave e frutado, mas com claro aroma e sabor de chocolate amargo e caramelo. A finalização é longa, e vai se tornando progressivamente mais doce.

Além de tudo isso, o single malt vem em uma das garrafas mais bonitas que este Cão já viu. Praticamente uma bolsa de grife em forma de ampola. A má notícia é que o Signet não está a venda em nosso país. Ele somente pode ser encontrado nas lojas internacionais, e, com sorte, em alguns aeroportos dos Estados Unidos e Europa. A boa notícia, no entanto, é que podemos encontrar por aqui outros belos exemplares da destilaria, como o Nectar D’Or, LasantaQuinta Ruban. E são todos muito bons.

GLENMORANGIE SIGNET

Tipo: Single Malt Whisky sem idade definida (NAS)

Destilaria: Glenmorangie

Região: Highlands

ABV: 46%

Notas de prova:

Aroma: café, chocolate, levemente cítrico e frutado, gengibre.

Sabor: chocolate amargo, caramelo baunilha. Laranja e café. Finalização longa, que progressivamente vai do chocolate amargo para o adocicado.

Com água: A água ressalta o adocicado e as notas de café. A finalização fica mais curta e amarga.

 

9 thoughts on “O Cão Sofisticado – Glenmorangie Signet

  1. Excelentes seus comentários Leio todos Só coleciono Poucas garrafas são tão bonitas como a do Signet Comprei em Rivera UY , fronteira com o BR , onde tem excelentes Free Shops Abcs

  2. Ainda, dia desses vc, em outro post, me deu a dica do Chivas Brother’s Blend. Comprei uma garrafa e adorei. É “du cacête!” Sou fan incondicional do Chivas 12 e do Chivas 18 (para o meu gosto, os melhores blendeds que existem). Esse Chivas Brother’s Blend é fantástico. Na minha próxima viagem procurarei fazer um pequeno estoque.
    Thank you, brother.

  3. Também comprei o meu em Rivera, Uruguay! Assim como o Aurival. Como ele reforço a informação que as free shopping ” de alla “, tem uma variedade interessante de destilados.
    E concordo absolutamente com o Cão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *