Para onde foi todo o whisky japonês

Quando era criança, possuía um livro sobre animais extintos. Eram mais de vinte páginas, que ilustravam bichos como o cão da tasmânia, o dodo e o rinoceronte do oeste africano. Varridas de nosso mundo pela ação humana, mudança climática ou qualquer outra hecatombe. Animais outrora majestosos ou, no mínimo, curiosos, cujas espécies tornaram-se parte do passado. Ficava verdadeiramente triste em saber que jamais poderia ver um quagga ao vivo, por exemplo. Por outro lado, havia alguns que não exerciam tanto fascínio. Tipo a Aranha Teia de Funil Cascada (Hadronyche pulvinator). Uma das aranhas mais venenosas do mundo, responsável por mais de duas dúzias de mortes registradas. Nativa da Tasmânia, este aracnídeo sórdido – isso é um pleonasmo – foi vítima […]

Drops – Nikka Gold & Gold Samurai Edition

  Vestido para a batalha. Este é o Nikka Gold & Gold Samurai Edition. É um blended whisky sem idade definida (NAS), com sabor adocicado, com baunilha e cereais. Mas não é bem o líquido que faz diferença, neste caso. Afinal, quantos whiskies fantasiados de Samurai você já viu? Lançado em 1968, o Gold & Gold é um dos mais longevos whiskies da Nikka, famosíssima marca japonesa. E de lá pra cá, a garrafa passou por pouquíssimas modificações – mesmo porque as armaduras samurais também não sofreram muitas modernizações, né? A garrafa que fotografamos é relativamente antiga. A atual perdeu a inscrição “G&G” no torso do samurai, e seu capacete ficou diferente. E apesar de não aparecer na foto, o […]

Inu Engarrafado – Suntory Hibiki 17 anos

Vou confessar a vocês algo difícil. Um desejo profundo, que tenho certeza que todo mundo tem, mas que quase ninguém admite ter. Talvez vocês me condenem depois de saber, ou julguem que seria melhor se eu visitasse um psicanalista. Mas não me importo. Preciso tirar isso do meu peito. Preparem-se, porque aí vai. Às vezes eu queria ser outra pessoa. Mas não qualquer outra pessoa. E não, eu não queria ser um cachorro, apesar do nome do blog. E nem um sheik árabe bilionário, tampouco um astronauta. Quem eu realmente, mas realmente queria ser, se pudesse escolher entre todas as pessoas do mundo inteiro, seria o Bill Murray. E aí você vai argumentar comigo que isso é realmente insano. Afinal, […]