Dewar’s 12 anos

Não poderia começar esta prova de outra forma senão falando do Bolovo. Sim, este alimento incrível, um clássico da baixa gastronomia brasileira. O bolovo é uma mistura de um monte de coisa boa, que, óbvio, fica ótima. No bolovo vai um ovo inteiro, farinha de rosca, temperos, leite, litros de óleo pra fritar e carne. A princípio, carne moída, mas que pode ser qualquer coisa, dependendo do nível de gourmetização. De ragu de porco a filé kobe.

Mas eu nem preciso explicar isso. Porque você já deve saber o que é um bolovo, claro. O bolovo – assim como outros salgadinhos igualmente oleosos e deliciosos – ascendeu no boteco, e lá encontrou seu lugar de direito. O bolovo está completamente à vontade em seu lar, com aquela parede de azulejos brancos, a cadeira de plástico, mesas retráteis, cerveja com camisinha e bom papo. Mas o que pouca gente sabe é que o bolovo, na verdade, fala inglês.

É isso mesmo. O bolovo possui um antepassado escocês. Um prato que tem um nome bem menos genial do que bolovo, mas também bem mais concreto. O Scotch Egg (ovo escocês). O scotch egg é basicamente a mesma coisa nosso querido prato tupiniquim, com algumas pequenas mudanças. A maior diferença está justamente na carne utilizada. No caso da versão estrangeira, usa-se algum embutido, como salsicha de porco.

E aí alguém resolve fazer uma torta de bolovo.

Mas não é só isso. O bolovo também possui uma relação muito estreita com whisky. Especialmente com a marca Dewar’s. É que Tommy Dewar – um dos filhos do fundador da marca, John – além de ser um um apaixonado por whisky e um bon-vivant extremamente espirituoso, possuía uma outra paixão arrebatadora. Galinhas. O rapaz possuía uma enorme coleção de galináceos, alguns com plumagem bastante exótica, e os criava com muito esmero.

Daí veio a inspiração da Dewar’s para uma campanha publicitária recentemente lançada. O clube do bolovo. Perdão, digo o Scotch Egg Club – uma série de eventos envolvendo o whisky, coquetelaria de alto nível, ovos e jogos inspirados em galináceos. Seja lá o que for isso. E o rótulo a receber destaque durante esse projeto é o Dewar’s 12 anos.

O Dewar’s 12 anos é um blended whisky leve e adocicado, que leva como base o single malt Aberfeldy. Além dele, há outros maltes que compõe o portfólio da Bacardi, proprietária da Dewar’s. Entre eles, Brackla, MacDuff (Deveron) e Aultmore. Como não há qualquer single malt enfumaçado no portfólio da companhia, a Dewar’s compra barricas de outros grupos para compor seus blends, ainda que nenhuma de suas expressões possua característica marcante de fumaça.

Todos os whiskies da Dewar’s passam por um processo comum, conhecido como Double Aging. Após o processo de blending, o whisky é transferido para tonéis de carvalho, onde passa mais seis meses. Segundo a marca, ainda que esta maturação encareça o processo produtivo, ela também torna o whisky mais suave e harmônico. Nas palavras de Stephanie MacLeod, master blender da Dewar’s “com isso permitimos que as diferentes partes do blend se unam, e, basicamente, possam se conhecer (…). Isso adiciona outra dimensão de suavidade

O processo é tão importante para a Dewar’s que em 2015 a empresa abriu uma central de blending na Escócia. O procedimento é quase totalmente automatizado e controlado nos menores detalhes. Pode-se ajustar a graduação alcoólica do whisky e controlar o perfil do whisky. Além disso, a marca investiu bastante na divulgação desta técnica – um diferencial importante de mercado frente à maioria dos outros blends.

Teve até comercial com um cara voando como o Grande Lebowski.

O Dewar’s 12 anos ganhou uma série de prêmios internacionais ao longo dos anos, como medalha de prata em 2017 pela International Wine and Spirits Competition e em 2014 pela Scotch Whisky Masters.

Se você gosta de whiskies leves e adocicados, ou é apaixonado por um irish whiskey, talvez o Dewar’s 12 anos tenha espaço em seu rol de paixões. Pode até ser que ele tenha nascido na Escócia. Mas assim como o bolovo, ele tem tudo para se tornar um clássico também aqui no Brasil.

DEWAR’S 12 ANOS

Tipo: Blended Whisky com idade definida – 12 anos

Marca: Dewar’s

Região: N/A

ABV: 40%

Notas de prova:

Aroma: aroma floral, sem presença de fumaça. Mel, balinha de caramelo.

Sabor: leve, com frutas em calda e bastante mel. Final médio e adocicado, com amêndoas.

Com água: A água deixa o whisky mais doce.

6 thoughts on “Dewar’s 12 anos

  1. Como vai, mestre?
    O bolovo é um clássico, mas em relação às galinhas, eu prefiro o Famous Grouse hahaha.
    Estou com uma certa ansiedade com o Dewar’s 18y.
    Grande abraço!

  2. O que querem dizer esses prêmios?
    A impressão que eu tenho é que todo whisky ganha alguma medalha em algum prêmio. Eles são confiáveis? Valorizados?
    Tem algum que é melhor?

    1. Hahaha, é uma bela dúvida. Eu diria que os premios da International Whisky Competition são os mais valiosos, por conta da participação do público. Mas isso é um ponto de vista. Pense que o público pode gostar de algo mais fácil, enquanto os críticos especializados se impressionarão com algo mais agressivo e pouco usual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *