Jack Daniel’s Tennessee Calling

Aeroportos são lugares fascinantes. Você pode fazer um monte de atividades em aeroportos. Dá para comer, dormir, fazer compras, beber. Dá até para fazer massagem naquelas cadeiras, que ficam no meio do corredor, enquanto as pessoas te olham esquisito, imaginando que você é alguém totalmente desprovido do senso de ridículo. Aliás, com certo grau de desprendimento e falta de autocrítica, dá para se fazer quase tudo num aeroporto.

Porém, uma coisa que eu nunca imaginei que faria num lugar desses é acompanhar um concurso de coquetelaria. Mas foi justamente o que aconteceu na segunda-feira, dia 23 de julho, com o Jack Daniel’s Tennessee Calling. O evento foi realizado na Arena Congonhas, dentro do aeroporto homônimo. O Tennesee Calling é uma disputa realizada pela Jack Daniel’s que reúne bartenders de todo Brasil. Os três primeiros serão levados ao Tennessee – talvez a temática de aeroportos seja conveniente aqui – para conhecer a destilaria da marca.

Participaram do do torneio os profissionais: Cassio Batista (Meet Me) e Tiago de Oliveira Santos (Jangal), de Belo Horizonte; Adriano Nunes (Grainne’s), de Campinas; Cris Almorin (Punch) e Lutti Andrighetto (Street 44/Gran Torino), de Curitiba; Rodrigo Coelho (Madalena) e Thelmo di Castro (Iz), de Goiânia; Mauro Melo (Bar Em Cima) e Rodrigo Marques (The Queen), do Recife; Sarah Vale (Buckowsky) e Diogo Stanley (The Rock Bar), do Rio de Janeiro; e Beto Rozen (Tex), Gilliard Carneiro (Meza – Mooca), Márcia Martins (Maní), Israel Galdino (Flemings), Ricardo Basseto (D.O.T.), Rodolfo Bob (Axado) e Vinicius Gomes (High Line), da capital.

A Arena

Foram, ao todo, quatro fases. As quatro aconteceram no mesmo dia – ao som de pousos, decolagens, musica eletrônica e rock. E claro, regadas a bastante Jack Daniel’s. Os jurados foram Luiz Schmidt, diretor de Marketing America Latina & Caribe para a Brown-Forman, Marcelo Sant’Iago, editor do Difford’s Guide, Felipe Blumen, editor do site da GQ, e a mixologista Talita Simões.

A primeira fase teve a participação dos 18 profissionais selecionados para o campeonato. Todos tinham como desafio criar um coquetel com Jack Daniel’s Honey ou Jack Daniel’s Fire. Destes, oito passaram para a etapa seguinte, disputada com o rótulo Gentleman Jack. E dali, apenas quatro bartenders se classificaram para terceira fase do campeonato, que os desafiou a pensar um novo drink. Desta vez, com o rótulo premium da marca, o Jack Daniel’s Single Barrel : Vinicius Gomes, Lutti Andrighetto, Rodolfo Bob e Ricardo Basseto. 

E por fim, na última etapa, restaram três, que deveriam produzir um coquetel com o tradicional Jack Daniels Old No. 7. E depois de mais de três horas de competição, o vencedor foi finalmente escolhido. Ricardo Basseto, do D.O.T. Durante as fases, Basseto prestou homenagens a Johnnie Cash – que viveu em Nashville – à culinária da cidade de Lynchburg e à história do Tennessee.

Além dele, se classificaram na segunda e terceira posição, respectivamente, Vinicius Gomes e Lutti Andrighetto. O prêmio final do Tennessee Calling levará os três primeiros colocados da disputa para uma experiência no Tennessee em setembro. Entre as vivências nos Estados Unidos, os vencedores terão um encontro com o mestre-destilador de Jack Daniel’s e Ricardo Basseto irá atuar como Guest Bartender em um dos principais bares de Nashville, capital do Tennessee, por uma noite.

Em ordem: um Mr. Jack pequeno, Ricardo Basseto em tamanho natural e um cartão de embarque muito grande (foto: Lana Pinho)

Nas palavras de Luiz Schmidt – jurado e diretor de Marketing America Latina & Caribe para a Brown-Forman – “Foi uma grande noite para Jack Daniel’s. Só temos de agradecer aos bartenders que aceitaram o convite para o Tennessee Calling e se envolveram tanto neste campeonato, concebido para enaltecer profissionais. São eles que estão em contato com o consumidor e têm a chance de falar da nossa marca“.

Este Cão deseja aos três uma boa viagem, e que aproveitem desmoderadamente a experiência no Tennessee, tanto quanto alguém que aproveita uma massagem no meio de um aeroporto lotado, sem qualquer traço de acanhamento.

3 thoughts on “Jack Daniel’s Tennessee Calling

  1. Uma excelente oportunidade de eliminar o ócio dos aeroportos. Achei bem pensada essa sequência de Honey/ Fire, Gentleman, SB e fechando com o tradicional 7.

    Grande abraço!

    1. Fala mestre. Também achei. Mas vou te falar – produzir o coquetel com o Honey é bem puxado. Ele tem um perfil de sabor bem específico, e é preciso criatividade e conhecimento. Os bartenders, em geral, mandaram muito bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *