Royal Salute Estancia – Hermanos

Fiquei pensando muito tempo sobre como começar este post, cujo tema é a Argentina. Pensei em falar de futebol, do Diego Maradona e da mano de dios. Ou do Papa Francisco, que é argentino. Mas não tenho propriedade pra falar de futebol, nem de religião. Meu conhecimento de futebol se equipara a aquele de um bidê. E religião não é tão diferente.

Então, vou falar de algo que eu entendo. Comida. Ou melhor, comer. A gastronomia da Argentina é indiscutivelmente maravilhosa. Das carnes com nomes esquisitos, como ojo de bife e tapa de cuadril (que mais soa como uma manobra sexual) à medialuna. A medialuna com dulce de leche, claro. Na área dos salgados, a Argentina também marca gol. Tem a empanada. E das bebidas, dribla outras nações facilmente com seus vinhos. Especialmente Malbec.

Pra falar a verdade, a Argentina é boa também em outras coisas. No cinema, por exemplo, eles tem o Ricardo Darin, que só perde do Nicholas Cage em ser o melhor ator que mais fez filmes ruins da história. E na música, com a única sofrência aceitável, o Tango. Isso todo mundo sabe. O que pouca gente tem conhecimento é que não é só no futebol e no bandoneón que a Argentina arrasa. Eles tem também são campeões mundiais em polo equestre.

Las pezuñas de Dios

A Argentina é tão famosa no Polo que o Tommy Lee Jones – sim, o do MIB – criou um haras lá para cuidar de seus cavalos e montou uma equipe toda própria. E foi essa vocação de nossos hermanos que recebeu a última homenagem da Royal Salute em sua linha de whiskies que fazem referência ao Polo equestre. O Royal Salute Estancia, finalizado em barris de vinho malbec argentino. A terceira melhor opção, mas a única que poderia ser aceita pela SWA – duvido que um blend com um ojo de bife ou uma alofajor dentro passaria sem restrições.

De acordo com Sandy Hyslop, master blender da Royal Salute “Para esta expressão singular, integramos perfeitamente os sabores robustos e altamente reconhecíveis dos barris de vinho Malbec com nossos delicados whiskies de 21 anos – uma tarefa que requer cuidado e atenção constantes” e continua “O Royal Salute Polo Estancia Edition” é um blended whisky excepcional (…) onde apenas os melhores barris de vinho malbec argentinos foram usados para finalização. A incorporação desta finalização em vinho Malbec não apenas nos permitiu dar ao blend uma nova dimensão, mas também ajudou a contar a história do lifestyle do polo argentino de uma forma multifacetada.

Ainda que a Royal Salute não divulgue abertamente qual vinho malbec argentino foi usado, podemos especular. A marca afirma que o Polo Estancia foi totalmente finalizado em Malbecs com “terroir boutique” da região de Cafayate. Não é preciso ser nenhum Roberto Bermúdez para deduzir que, muito provavelmente, foram usadas barricas da Bodega Etchart. A vinícola pertence ao grupo Pernod-Ricard, e localiza-se justamente em Cafayate. Corroboram com a tese o fato de que eles possuem um vinho Malbec que é, inclusive, comercializado no Brasil.

Elementar, meu caro Darín

Como os demais lançamentos da série de polo, e seguindo a tradição da Royal Salute, a idade estampada na garrafa é de vinte e um anos. Ou seja, o whisky mais jovem em sua composição passou mais de duas décadas maturando em barricas. O blend, entretanto, é diferente do tradicional Royal Salute. O Polo Edition não é simplesmente um Signature Blend com uma finalização extra. O whisky foi desenvolvido do zero, para garantir harmonia com a finalização em vinho tinto.

No mundo dos blends de ultra-luxo, a apresentação é essencial – e o Royal Salute Estancia marca ponto aqui também. A garrafa, de cor terracota, se junta a um estojo ilustrado pelo artista Charlie Davis, num visual elegante mas sem afetação. De acordo com a Royal Salute, a cor escolhida representa o sol argentino brilhando sobre as estancias de polo do país. Que, aliás, caso você esteja se perguntando, são grandes fazendas onde se pratica polo equestre por lá.

Sensorialmente, o Royal Salute Polo Estancia traz o floral característico da Royal Salute, com um final mais frutado e intenso. A finalização é mais longa, e remete a frutas vermelhas e especiarias. É um whisky bem diferente da última edição da série, o Snow Polo – um blended grain extremamente leve e adocicado. Aqui, a suavidade abre espaço para um whisky mais intenso, mas, também, extremamente equilibrado – DNA de todos os whiskies da marca de ultra-luxo.

É difícil não recomendar o Royal Salute Estancia. Apesar do preço de quatro dígitos, é um blended scotch que agradará tanto o entusiasta por whiskies, que sempre busca criatividade e intensidade, quanto o consumidor mais leigo, mas que procura experiências exclusivas e luxuosas. Assim como nossos hermanos, o whisky tem múltiplas vocações. Ah, e fica perfeito também ao som de Astor Piazzolla e acompanhado de um delicioso asado.

ROYAL SALUTE ESTANCIA

Tipo: Blended Whisky
Marca: Royal Salute
País/Região: Escócia – N/A
ABV: 40%
Idade: 21 anos

Notas de prova:

Aroma: frutas vermelhas, com um fundo de mel com especiarias.
Sabor: Frutado e complexo, com frutas vermelhas, gengibre e mel. Final longo, com gengibre e baunilha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *